Evolução, pressão e recesso: Mano Menezes pontua momento do Cruzeiro

A equipe celeste entra em campo nesta quarta-feira (12), contra o Fortaleza, no último duelo antes da parada da Copa América

Ramon Lopes
Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.
Crise no Cruzeiro

Crédito: Bruno Haddad/Cruzeiro /divulgação

Após um início de temporada animador, o desempenho do Cruzeiro caiu bruscamente, fato que só se agravou depois dos escândalos no que diz respeito à diretoria do clube. Apesar de todos os problemas, o técnico Mano Menezes tem buscado solucionar aqueles que tangem o futebol dentro de campo e, nas últimas partidas, o treinador não escondeu o otimismo com a evolução do elenco.

“Faz três, quatro jogos que a equipe joga bem, pois a derrota para a Chapecoense não foi justa quando olhamos para os números do jogo. Temos sempre que olhar para frente e analisar também a produção do time nas partidas. Contra o Corinthians também criamos mais chances e poderíamos ter conseguido vencer, mas o futebol tem seus caprichos”, afirmou Mano Menezes.

Aposta

A parada para a Copa América pode ser um alento para o técnico Mano Menezes, que vislumbra o recesso como o momento ideal para ajustar os ponteiros da equipe celeste. Mesmo vivenciando seu pior momento  no comando técnico do Cruzeiro, o treinador preferiu minimizar a pressão pela volta do bom futebol do elenco.

“Não acho que tenha uma pressão maior. Se continuarmos a criar as chances (como as dos últimos jogos) a segunda parte (após a parada para a Copa América) será bem diferente do que fizemos até agora no Campeonato Brasileiro.

Para o próximo compromisso, diante do Fortaleza, na 9ª rodada do Brasileirão, Mano Menezes não conta com Rodriguinho (dores lombares), Lucas Silva (preservado devido a desgaste muscular), Egídio (diagnosticado com dengue), Fred (edema na coxa), e Edilson (lesão na panturrilha). Há algum tempo no departamento médico, Orejuela se recupera de um processo cirúrgico no joelho.

Maratona de decisões

Depois do recesso, a Raposa terá paralelamente aos duelos do Campeonato Brasileiro, as decisões da Copa do Brasil, contra o Atlético, e na Libertadores, diante do tradicional e atual campeão, River Plate.

LEIA MAIS:

ATLÉTICO E CRUZEIRO SE ENFRENTARAM EM MATA-MATAS NAS COMPETIÇÕES NACIONAIS EM TRÊS OCASIÕES