Flamengo “venceu” times de Itália, França e Inglaterra para ter Rafinha

Lateral-direito contratado pelo Rubro-Negro, vindo do Bayern de Munique, teve propostas de outros clubes do exterior

Marcel Thomé
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Flamengo

O Flamengo confirmou recentemente a contratação do lateral-direito Rafinha, que volta ao Brasil após 14 temporadas na Europa. A vontade do jogador em retornar ao país foi essencial, pois ele também recebeu ofertas para permanecer no Velho Continente.

Em entrevista à TV Tarobá, de Londrina-PR, cidade natal do novo jogador do Fla, Rafinha explicou por que decidiu aceitar a proposta do time carioca e voltar ao Brasil após tanto tempo na Europa.

Tive várias propostas. Fiquei 14 anos na Europa, oito no Bayern, todo mundo sabe da minha qualidade e do meu potencial. Estava em final de contrato, então era normal que as propostas aparecessem. Fiquei feliz com interesse de grandes equipes do futebol italiano, inglês e francês“, disse Rafinha.

Poderia ter ficado na Europa, mas acho que meu ciclo chegou ao fim no futebol europeu. Fiz a escolha certa de voltar ao Brasil e para um grande clube também“, completou.

Aposentadoria nem pensar

Rafinha retorna ao Brasil com 33 anos, mas ainda não pensa em pendurar as chuteiras.

O lateral assinou contrato por duas temporadas com o Flamengo e ainda prometeu jogar no Coritiba, o clube que o revelou, antes de se aposentar.

Não penso ainda, não (em aposentadoria). Estou vivendo o melhor momento da minha vida e vou encarar esse novo desafio no Flamengo. Estou com muita fome e com ansiedade para jogar logo. Tenho esse contrato e não sei como será após esses dois anos. Todos sabem que quero encerrar minha carreira no Coritiba, mas a aposentadoria está longe ainda. Vou até onde meu corpo permitir. Acho que tem mais alguns anos ainda“, finalizou.

Veja a entrevista de Rafinha na íntegra:

LEIA MAIS:

MUDANÇAS NO FLAMENGO: RUBRO-NEGRO TEM NOVO DIRETOR EXECUTIVO DE FUTEBOL