Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Galiotte rebate Andrés Sanchez ao citar “projeto” do Corinthians e destaca objetivos do Palmeiras na temporada

Presidente do Verdão não perdeu a oportunidade de ironizar o rival e lembrar que a equipe comandada por Felipão mira títulos maiores que o do Campeonato Paulista

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/SporTV

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, rebateu o mandatário do rival Corinthians, Andrés Sanchez, durante participação no programa Grande Círculo, do SporTV, exibido neste sábado (29) pela emissora do Grupo Globo. Durante a atração, foi exibida um trecho de uma entrevista recente do corintiano, onde ele provoca e diz que “o Palmeiras é imbatível, vai ganhar tudo. Só não ganhou o Paulista”.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Ao ser questionado sobre a postura do rival, Galiotte não perdeu a oportunidade de rebater o mandatário corintiano e ironizar o “projeto” do rival para a temporada. “Qual a melhor maneira de pensar sobre futebol? Cada um tem a sua administração, cada um tem o seu projeto, cada um tem os seus desafios e os seus objetos. O Corinthians tem o projeto do Corinthians, citado pelo Andrés, e o Palmeiras tem o projeto do Palmeiras.

O presidente palmeirense, no entanto, concordou com Andrés Sanchez ao falar sobre a rivalidade entre os clubes. “Eu acho que Corinthians e Palmeiras é uma das maiores rivalidades que tem no mundo, pelo menos está entre as principais, sem dúvida nenhuma. Agora, o Andrés, ele está preocupado também (risos). Ele está preocupado, ele cutuca, ele provoca. Mas cada um com o seu projeto. A gente com o projeto do Palmeiras, e o Corinthians com o projeto do Corinthians.

LIBERTADORES É OBRIGAÇÃO?

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Um dos maiores objetivos do Palmeiras nos últimos anos é a conquista do tão sonhado bicampeonato da Libertadores – lembrando que o primeiro e único título do Verdão na competição completou 20 anos no último dia 16. Galiotte reconhece o esforço pela conquista, mas não vê como uma obrigação para o clube.

A gente trabalha, obviamente, para ganhar a Libertadores. Sem dúvida nenhuma. Sabemos da dificuldade. Todos que estão disputando a Libertadores. A gente tem elenco para as importantes competições, nós temos Copa do Brasil em paralelo com o Brasileiro e Libertadores. Então, respondendo sua pergunta: gostaria de ganhar a Libertadores?

Obrigação é ter um bom time em campo, disputar os títulos. Essa é nossa obrigação”, acrescentou.

PALMEIRAS SERÁ CAMPEÃO BRASILEIRO EM OUTUBRO?

O presidente do Palmeiras também falou sobre o favoritismo do clube no Campeonato Brasileiro, onde lidera a competição com cinco pontos de vantagem para o vice-líder e segue invicto após nove rodadas. Maurício Galiotte disse que quem crava o Verdão como campeão antecipado, na verdade, está querendo desestabilizar o ambiente.

Já conhece o Fantasy Torcedores? Entre em http://fantasy.torcedores.com/ e escale seu time!

Fomos em novembro do ano passado. Quem diz que o Palmeiras, quem comenta que o Palmeiras já é campeão, não é o palmeirense. Não é o palmeirense. A minoria. São as pessoas que têm algum interesse, na verdade, em desestabilizar”, avaliou Galiotte.

Não pode perder o foco. O fato é: não pode perder o foco. Se cai nessa historinha, como é que faz?”, completou.

CHANCE DE GANHAR TUDO NO ANO:

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Após falar sobre a busca pela Libertadores e o favoritismo no Brasileirão, Galiotte foi questionado se o Palmeiras tem elenco para conquistar todos os títulos que ainda estão em disputa na temporada. “Nós trabalhamos para isso. Nós mantemos um elenco para isso.”

Nós temos, no mínimo, dois grandes jogadores a cada posição. Tem mais do que isso, porque nós temos 32 no elenco. Vai ter um momento, provavelmente Copa do Brasil, se o Palmeiras conseguir evoluir Libertadores e Brasileiro, nós vamos ter um momento muito sensível. Nós vamos ter um momento que vamos ter que pensar muito, raciocinar. Mas isso é um trabalho para o Felipão. O Palmeiras disputa os três campeonatos para ganhar. A decisão é da comissão técnica”, explicou o presidente palmeirense.