Jogadora italiana desabafa após classificação: “Talvez agora acreditem que estamos melhores no campo do que na cozinha”

Um dos destaques da seleção italiana e da Juventus, Barbara Bonansea usou as redes sociais para fazer um desabafo após a classificação da Itália às quartas de final da Copa do Mundo Feminina

Luis Felipe Pereira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/ Barbara Bonansea twitter oficial

A Copa do Mundo Feminina vai se aproximando de seu final com diversos destaques coletivos e individuais. Considerada a edição com maior visibilidade da história da categoria, a competição que acontece na França tem sido de grande importância na luta das mulheres por igualdade e melhores condições no futebol.

CONMEBOL Sul-Americana, Serie A Italiana, Ligue 1 Francesa, Série C do Brasileirão e muito mais, em HD e em diversos dispositivos. Acompanhe tudo pelo DAZN por R$ 37,90 por mês após os primeiros 30 dias grátis.

Barbara Bonansea, autora de dois gols na competição e uma das principais jogadoras da seleção italiana, utilizou as redes sociais para desabafar e pedir por mais respeito e valorização das mulheres na modalidade nesta quarta-feira (26), um dia após a classificação para as quartas de final diante da China:

“Sempre mais fortes, nós contra todos. Porque talvez agora, você acredite que estamos melhores em campo do que na cozinha. Estamos entre as oito melhores do mundo e não desistimos”, publicou a meio-campista em seu Instagram.

Para garantir um lugar entre as oito melhores seleções da Copa do Mundo Feminina, a Itália bateu a Austrália por 2 a 1 com dois gols da jogadora de 28 anos da Juventus na estreia e superou as jamaicanas por 5 a 0 na segunda rodada do grupo C. Apesar da derrota por 1 a 0 para o Brasil no último jogo da primeira fase, a equipe se classificou às oitavas e superou a China por 2 a 0, em partida que contou com 4,5 milhões de telespectadores acompanhando as representantes da Azurra em campo.

O próximo desafio de Bonansea e companhia será contra a Holanda, no próximo sábado (29), às 10h (de Brasília), pelas quartas de final. Mais do que uma vaga entre as quatro melhores do mundo, as italianas terão a chance de seguir provando seu valor dentro das quatro linhas.

LEIA MAIS:

Após a eliminação da seleção feminina na Copa do Mundo, futebol feminino segue lutando por reconhecimento no Brasil