Leclerc lidera 1-2 da Ferrari no TL2 do GP do Canadá de F1

Pilotos da Ferrari prevalecem no segundo treino livre no circuito Gilles Villeneuve. Lewis Hamilton acertou o muro, e terminou apenas com o sexto melhor tempo

Leonardo Marson
Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Ferrari

Charles Leclerc foi o piloto mais rápido do segundo treino livre para o Grande Prêmio do Canadá, sétima etapa da Fórmula 1. Na atividade realizada na tarde desta sexta-feira (7) no circuito Gilles Villeneuve, em Montreal, o piloto da Ferrari conseguiu se colocar na frente das Mercedes – que dominaram a primeira sessão do dia, ao marcar 1min12s177 no melhor de seus giros, usando pneus macios.

De quebra, o time de Maranello viu Sebastian Vettel anotar o segundo tempo, distante 0s074 de Leclerc. Valtteri Bottas foi o melhor piloto da Mercedes na sessão, ficando 0s134 longe do tempo obtido pelo monegasco. Carlos Sainz, da McLaren, anotou o quarto melhor tempo da atividade, enquanto Kevin Magnussen, da Haas, fechou a lista dos cinco primeiros em Montreal.

Lewis Hamilton fechou a sessão apenas com o sexto melhor tempo. O inglês acertou sua Mercedes no muro e danificou a roda traseira direita, anotando apenas oito voltas na atividade. Sergio Pérez, da Racing Point, ficou com a sétima posição, e foi seguido pelos dois pilotos da Renault, com Daniel Ricciardo ficando à frente de Nico Hülkenberg. Lance Stroll, com a outra Racing Point, fechou a sessão com o décimo tempo.

As atividades da Fórmula 1 em Montreal terão sequência neste sábado (8), a partir do meio-dia, quando acontece o terceiro treino livre do final de semana. Também no sábado, mas às 15h, será realizada a classificação. O Grande Prêmio do Canadá será disputado no domingo, a partir das 15h10, e contará com transmissão do canal de TV por assinatura Sportv.

Confira como foi o segundo treino livre

A segunda sessão de treinos livres foi aberta às 15h, pelo horário de Brasília, com Robert Kubica partindo imediatamente à pista. O polonês da Williams não participou do primeiro treino do dia por conta da participação de Nicholas Latifi na sessão que abriu o final de semana em Montreal. Não por acaso, o piloto foi o primeiro a marcar tempo na sessão, com um alto 1min19s530.

Rapidamente os tempos começaram a cair. Carlos Sainz, da McLaren, Sergio Pérez, Lance Stroll, ambos da Racing Point, e Alexander Albon, da Toro Rosso, se colocaram na liderança da classificação, até os pilotos da Ferrari marcarem tempo. Primeiro, Sebastian Vettel tomou a primeira posição, sendo superado na sequência por Charles Leclerc, que marcou 1min14s009 usando pneus médios.

As Mercedes foram à pista logo na sequência, com Lewis Hamilton anotando 1min12s938 logo em seu primeiro giro, utilizando os pneus médios. Valtteri Bottas avançou para o segundo posto. O inglês, porém, acertou o muro e danificou a roda traseira direita de seu Mercedes W10, precisando retornar aos boxes no fechamento da primeira meia hora da sessão.

Agora com pneus macios, Bottas foi à pista e melhorou seu tempo para 1min12s311, retomando a primeira colocação da folha de tempos. A Ferrari mandou Vettel e Leclerc marcarem tempos com os pneus de faixa vermelha, e viu o monegasco tomar a liderança com 1min12s177. Com Hamilton impossibilitado de ir à pista, quem apareceu em quarto foi Kevin Magnussen, da Haas.

Com 40 minutos para o final da atividade, os pilotos partiram para as simulações de corrida em Montreal, e os tempos deixaram de cair. A ausência na pista seguia sendo Hamilton, uma vez que a Mercedes trabalhava para trocar toda a parte traseira do carro, danificada no acidente. A essa altura, o grupo dos cinco primeiros tinha Leclerc, Vettel, Bottas, Sainz e Magnussen.

Com 21 minutos para o encerramento da sessão, a Mercedes mandou Bottas à pista com pneus duros, priorizando mais uma vez o trabalho para a corrida de domingo. A atividade seguiu sem que outra ocorrência acontecesse, ou que os tempos baixassem. Melhor para Leclerc, que liderou a sessão, e a Ferrari, que se colocou na frente das Mercedes ao final do exercício.