Na Justiça, sócios e conselheiros do Cruzeiro pedem afastamento de Itair

 

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Passados trinta dias após as graves denúncias feitas pelo programa Fantástico, da TV Globo, o clima no Cruzeiro segue efervescente. Um grupo de conselheiros e associados entraram com uma ação ordinária na 22ª Vara Cível de Belo Horizonte pedindo o afastamento imediato de Itair Machado, vice-presidente de futebol do clube.

De acordo com o Superesportes, o documento pede a nulidade da nomeação de Itair ao cargo, devido ao histórico de condenações do dirigente na Justiça.

“Condenações trabalhistas, previdenciárias e criminais em evidente descumprimento do Estatuto do Clube e da Lei vigente (9.615/98 – Lei Pelé). “Se não bastasse isso, há ainda fortes indícios de gestão temerária/fraudulenta junto ao Cruzeiro, sendo necessário seu imediato afastamento. Torna insustentável a manutenção do Sr. Itair Machado de Souza no cargo de Vice Presidente Executivo de Futebol”, diz um trecho da ação.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

Entre os solicitantes está o ex-presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, que entende ser necessário também o afastamento do atual mandatário do clube, Wagner Pires de Sá, até que cumpra a apuração dos fatos.

Crise no Cruzeiro

Em matéria veiculada no dia 26 de maio, o Fantástico divulgou  irregularidades em transações e valores superfaturados pagos pelo Cruzeiro a empresas prestadoras de serviço. A Polícia Civil apura crimes de lavagem de dinheiro, falsificação de documentos e falsidade ideológica supostamente praticados pela diretoria celeste.

Nos últimos dias, alguns dirigentes prestaram depoimentos na Polícia Federal.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

LEIA MAIS: