Pirro lamenta críticas de ex-campeões por punição contra Vettel

Pentacampeão das 24 Horas de Le Mans trabalhou como comissário no GP do Canadá de Fórmula 1, e foi criticado por Nigel Mansell e Mario Andretti por conta da punição contra Sebastian Vettel

Leonardo Marson
Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Getty Images

Emanuele Pirro, ex-piloto que trabalhou como comissário no Grande Prêmio do Canadá, disputado no último final de semana, lamentou as críticas feitas por Nigel Mansell e Mario Andretti. O pentacampeão das 24 Horas de Le Mans foi o responsável por aplicar a punição de cinco segundos contra Sebastian Vettel por conta de uma “volta insegura à pista”. A penalização deu a vitória em Montreal para Lewis Hamilton.

Andretti, um dos mais importantes pilotos da história do esporte a motor mundial, disse que a punição contra Vettel “não é aceitável” após a realização da corrida no circuito Gilles Villeneuve. Nigel Mansell classificou a punição contra o piloto da Ferrari como “muito, muito embaraçosa”.

“Felizmente, também tive muitas expressões de solidariedade das pessoas da F1 e das corridas. Dói, no entanto, que grandes ex-pilotos como Mario Andretti e Nigel Mansell tenham dito o que disseram”, disse Pirro, em entrevista ao site “Fórmula Passion”, citando ainda que, antigamente, a questão da segurança não era tão levada a sério. Apesar disso, Pirro lamentou tirar a vitória da Ferrari.

“Hoje isso não é mais o caso, o mundo mudou, as corridas mudaram. Mil batalhas foram travadas por segurança e, na verdade, isso também inclui como uma corrida é conduzida. Como fã de corridas e da Ferrari em particular, lamento que a corrida tenha terminado assim. Como você pode entender, não é fácil tomar certas decisões, mas a integridade dos esportes deve vir antes de tudo”, completou Pirro.

Foto: Getty Images