Poluição do ar diminui desempenho esportivo, aponta estudo

O monóxido de carbono é o principal fator que diminui o desempenho esportivo

Matheus Chaves Melo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito da foto: Divulgação

A má qualidade do ar pode afetar e muito a saúde das pessoas, é o que vem mostrando uma série de pesquisas científicas que têm sido feitas. De acordo com o estudo realizado em Israel pelo Dr. Haim Bitterman, o CO (monóxido de carbono) é o principal fator de um prejuízo imediato para o organismo.

Os principais produtores dessa molécula química são os motores de combustão dos automóveis. O contato do ser humano com o monóxido de carbono gera uma deficiência de oxigenação dos tecidos e, particularmente, dos músculos.

Durante a prática de exercício físico, o corpo necessita de oxigênio para os músculos e isso chega a ser até 20 vezes maior durante o treino. Com a diminuição a produção de energia cai e prejudica na pratica do exercício.

No seu estudo o Dr. Haim Bitterman notou que quando os voluntário respiravam durante quatro minutos um ar poluído com monóxido de carbono eles sofriam com a redução de 15% na capacidade de realizar exercícios.