Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Por que a NBA tem time do Canadá?

Ao bater o Golden State Warriors no jogo 6, o Toronto Raptors se tornou o primeiro time fora dos Estados Unidos a ser campeão da NBA

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Falo sobre futebol internacional, nacional e esportes americanos, principalmente NFL e NBA. Santista e apreciador do bom futebol. Twitter: @PaulFoles

Crédito: Foto: Divulgação/Twitter Toronto Raptors

A NBA é a principal liga de basquete dos Estados Unidos e é potência e referência no mundo. 30 franquias espalhadas por todo país compõe a liga e forma um aglomerado de divisões e duas conferências, que são separadas em leste e oeste, tendo o campeão de cada conferência o direito de disputar as finais da NBA.

Entretanto, no meio dessas 30 franquias, há uma em especial: o Toronto Raptors. A peculiaridade dos atuais campeões da NBA se deve ao fato de ser um time do Canadá, país vizinho dos Estados Unidos.

Mas por que a NBA tem um time do Canadá? Primeiramente, é importante destacar que é normal nas ligas americanas haver times canadenses presentes. Com exceção da NFL, outras grandes ligas contam com a participação de times do país vizinho.

Na MLB, principal liga de beisebol, o Toronto Blue Jays representa o Canadá. Na MLS, liga de futebol dos EUA, existe “infiltrados” o Toronto FC, Montreal Impact e Vancouver Whitecaps, ou seja, três equipes. Já na NHL, liga de hóquei no gelo, que é o principal esporte do Canadá, há sete franquias canadenses, com as outras 24 sendo estadunidenses.

Portanto, faz parte da tradição e é algo extremamente natural haver franquias canadenses em ligas estadunidenses.

O Toronto Raptors nasceu em 1995, época que a NBA decidiu expandir a liga e acrescentar mais franquias. Junto com os Raptors, foi criado o Vancouver Grizzlies, que mais tarde, em 2001, se tornou o Memphis Grizzlies. O propósito da NBA foi expandir a liga para o Canadá.

No entanto, além da normalidade de haver times canadenses em ligas americanas, a NBA quis expandir seu mercado e abrir novas franquias no país vizinho, no intuito de promover a liga e fazer o mercado crescer em outros centros.

O sucesso foi gradativo, e culminou com o título dos Raptors 24 anos depois. Com dificuldades de se estabelecer no início, Toronto foi crescendo ao passar do tempo, principalmente com influências de alguns jogadores como Vince Carter, Chris Bosh e, mais recentemente, DeMar DeRozan, Kyle Lowry e Kawhi Leonard. Hoje em dia a franquia tem uma torcida fanática, presente, que abraça o time e desfruta de uma conquista inédita.

Até 1995, havia existido apenas uma franquia fora dos EUA: o Toronto Huskies, de 1946-47.

LEIA MAIS:

Kawhi Leonard é eleito MVP das finais da NBA