Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Rapinoe dá show, marca duas vezes e os Estados Unidos vencem a França no Mundial 2019

Jogando muita bola, com a experiência e a tranquilidade de uma tricampeã mundial, americanas vencem as francesas e avançam para a semifinal da Copa do Mundo de Futebol Feminino

Lucas Calegari
Colaborador do Torcedores

Crédito: Richard Heathcote/Getty Images

Com partida magistral de Megan Rapinoe que marcou duas vezes, seleção americana consegue suportar pressão sofrida no final e vence a partida de quartas de final do Mundial 2019 por 2 x 1.

Primeiro tempo:

O tão aguardado confronto entre a atual campeã mundial e a dona da casa, chegou! França e Estados Unidos prometiam um jogo de arrepiar e não ficaram só na promessa.

Logo aos cinco minutos de jogo, falta pela ponta esquerda do ataque americano. Megan Rapinoe colocou a bola em baixo do braço e disse: “Eu vou bater!”. Quando todos aguardavam um cruzamento ou uma jogada ensaiada para dentro da área, ela tirou o coelho da cartola. E com muita malandragem e maestria mandou a bola por baixo, a redonda não desviou em ninguém e morreu no fundo das redes.

Foto: Getty Images

A seleção dos Estados Unidos tem a incrível marca de ter feito pelo menos um gol até o relógio marcar os primeiros 15 minutos de jogo em cada uma das cinco partidas disputadas até aqui da Copa do Mundo de Futebol Feminino.

O gol fez o embate pegar mais fogo ainda. Algumas jogadoras francesas começaram a partida meio travadas, mas conseguiram ir se soltando aos poucos. E a França cresceu, começou a sufocar as americanas, mas faltava um capricho final para empatar a partida.

As americanas usaram da sua experiência e qualidade de sobra, para administrar os ataques sofridos. E mesmo passando um bom tempo da primeira etapa sem levar perigo ao gol francês, foi para o intervalo em vantagem.

Segundo tempo:

Nos Estados Unidos existe uma expressão, principalmente no mundo do basquete. Onde é dito que na hora das finais, dos jogos eliminatórios, os homens são separados dos meninos.

Hoje em Paris foi a confirmação disso, só que com uma adaptação. Megan Rapinoe provou que na reta final da Copa do Mundo de Futebol Feminino, é a hora de separar as mulheres das meninas!

A França voltou com tudo, tentando de todas as formas e começava a implementar uma pressão. Gauvin havia acabado de acertar uma boa cabeçada, que obrigou a goleira americana Naeher a fazer uma defesaça.

Mas aí apareceu a estrela da craque! A seleção americana chegou muito bem pelo lado direito do ataque, Tobin Heath cruzou, a bola passou por toda a área, porque tinha de ser finalizada por ela. A estrela do jogo!

Megan Rapinoe marcou o segundo dela e dos Estados Unidos no jogo, e deixou a vaga na semifinal muito bem encaminhada. Detalhe, até agora em dois jogos eliminatórios da seleção americana, foram quatro gols marcados. Todos por Megan Rapinoe. E ela ainda chegou ao seu quinto gol na competição, se tornando artilheira até aqui. Junto com a sua compamheira de seleção Alex Morgan, além de Ellen White (ING) e Sam Kerr (AUS).

Muitos já davam o confronto como resolvido, mas as francesas buscaram forças de onde não havia como tirar. E começaram uma pressão muito forte a partir dos 30 minutos. Foi praticamente ataque contra defesa.

A recompensa veio aos 36, Thiney cobrou falta na área e Wendie Renard, a gigante zagueira artilheira subiu mais alto que todo mundo e mandou de cabeça para o fundo do gol.

A grande líder francesa chamou suas companheiras para o jogo e incendiou o estádio.

Minutos depois um lance de muita polêmica. Após tentativa de cruzamento na área do ataque francês, a bola bateu no braço da defensora americana, que estava um pouco aberto. Muita reclamação das francesas, mas a árbitra e o VAR (árbitro de vídeo) mandaram o jogo seguir.

As americanas mostraram muita experiência e calma, para conseguir suportar os minutos finais. Placar final 2 x 1, e classificação confirmada para a semifinal da Copa do Mundo de Futebol Feminino.

Foto: Getty Images

E agora Copa do Mundo de Futebol Feminino?

As americanas avançam para a semifinal e irão enfrentar a Inglaterra, que eliminou ontem a Noruega. O confronto promete demais e acontecerá na próxima terça-feira (02 de Julho) às 16:00 (horário de Brasília).

As francesas ficam com a tristeza de não conseguir conquistar o título dentro de sua casa.

Leia mais: Inglaterra atropela a Noruega e é a primeira semifinalista do Mundial 2019