Relembre a última conquista de Copa América pelo Brasil

O Brasil será o país sede da 46ª edição das Copa América, e buscará o seu 9º título na competição. A seleção brasileira não vence o torneio continental desde 2007, na Venezuela.

Gabriel Dias
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Sérgio Pinto / CBF

O último título do Brasil na Copa América foi ainda no comando do técnico Dunga, com direito a uma goleada histórica na final pelo placar de 3 a 0 sobre a Argentina. De lá para cá já foram três eliminações seguidas, duas nas quartas de final (2011 e 2015) e uma na primeira fase do torneio (2016).

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

A estreia do Brasil foi no dia 26 de junho de 2007 com uma derrota pelo placar de 2 a 0 para o México, em Puerto Ordaz. Com gols de Castillo e Morales, ainda no primeiro tempo, a seleção brasileira esbarrou em uma grande atuação do talentoso goleiro mexicano Ochoa.

A primeira vitória do Brasil veio contra o Chile no estádio Monumental Juana Avalanzadora, na cidade de Maturín. Com um hat-trick de Robinho, a seleção venceu pelo placar de 3 a 0 e garantiu os 3 primeiros pontos no grupo. A classificação na primeira fase veio no dia 4 de julho com uma vitória apertada pelo placar de 1 a 0 contra o Equador.

A moral do time começou à aumentar já nas quartas de final, quando a equipe brasileira aplicou uma goleada pelo placar de 6 a 1 sobre o Chile no estádio no Olímpico Luís Ramos. Os gols foram marcados por Juan, Josué, Robinho (2), Julio Baptista e Vagner Love, para o Brasil, e por Humberto Suazo, para o Chile.

Três dias depois, no dia 10 de julho, o Brasil venceu o Uruguai nos pênaltis após empate de 2 a 2 no tempo regulamentar. O jogo disputado no estádio Pachenco Romero garantiu a vaga para enfrentar a Argentina na final.

A grande decisão aconteceu no dia 15 de julho no estádio Pachenco Romero. O Brasil não tomou conhecimento do adversário e atropelou a Argentina por 3 a 0 com gols de Julio Baptista, Daniel Alves e Ayala (contra).

Além do título brasileiro, o destaque da seleção naquele ano foi o atacante Robinho, então do Real Madrid, da Espanha, que acabou eleito o melhor jogador da competição e artilheiro com seis gols.

Ficha Técnica

Helton (Goleiro), Maicon (lateral-direito), Alex (zagueiro), Juan (zagueiro), Mineiro (volante), Gilberto (lateral-esquerdo), Elano (meia), Gilberto Silva (volante), Vágner Love (atacante), Diego (meia), Robinho (atacante), Doni (goleiro), Daniel Alves (lateral-direito), Alex Silva (zagueiro), Naldo (zagueiro), Kléber (lateral-esquerdo), Josué (volante), Fernando (volante), Júlio Baptista (meia), Anderson (meia), Fred (atacante), Afonso (atacante) e Dunga (técnico).

Leia mais:

Álbum da Copa América terá presença de “lendas”; Ronaldo representará o Brasil

Lista “stand-by” de convocados para a Copa América será maior do que na Copa do Mundo, diz blog