Renato quer treinar a Seleção sem a necessidade de passar pelo Flamengo: “Vou vencer pelo Grêmio e chegar lá”

Técnico do Grêmio volta a admitir o desejo de um dia comandar o selecionado nacional. No entanto, o foco no momento segue sendo o tricolor gaúcho.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Sempre sincero na revelação dos seus sonhos, o técnico Renato Gaúcho nunca escondeu o desejo de treinar o Flamengo e também a Seleção Brasileira. Mas ele não vê, necessariamente, que uma situação dependa da outra, conforme revelou em entrevista ao portal GaúchaZH.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Desde setembro de 2016 no Grêmio, ele pretende seguir vencendo pelo tricolor até chegar ao cargo que hoje é ocupado por Tite. Trabalhar antes no Flamengo não é uma condição necessária para atingir o objetivo:

“Já recebi duas ou três propostas do Flamengo, mas o que quero é vencer pelo Grêmio. Vou vencer com o Grêmio e chegar à Seleção. Vou trabalhar um pouco além dos 60, mas vai chegar um tempo em que vou querer parar para aproveitar a vida. Não quero chegar aos 80 e dizerem “o Renato está rico”, mas sem ter vivido como quero. De que adiantaria?”, destacou.

O Fla, curiosamente, novamente está sem treinador desde o pedido de demissão recente de Abel Braga. Renato, com contrato até dezembro pelo Grêmio, já foi bancado pela diretoria tricolor e não será sequer cogitado no Rio de Janeiro.

Reveja a declaração do vice de futebol Duda Kroeff sobre o tema:

LEIA MAIS:

Com ajuda material, Renato é “presente” na família; entenda a situação da irmã citada em áudio

Campeões pelo Inter, Tinga sai em defesa de Abel Braga: “Não se conforme com sacanagens”

Astro do Real Madrid diz que gostaria de jogar ao lado de Paolo Guerrero

Camilo se despede do “gigante” Inter com bonita mensagem nas redes: “Sempre estarei na torcida”

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram