Técnico da Jamaica “comemora” ausência de Marta na estreia, mas prega respeito ao Brasil na Copa do Mundo de Futebol Feminino

Marta se recupera de lesão e será desfalque para o Brasil na partida deste domingo (9), contra a Jamaica, que marca a estreia da seleção na Copa do Mundo de Futebol Feminino.

Luis Felipe Pereira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/ Assessoria CBF site oficial

Após os cortes de Adriana, Fabiana e Érika por lesão, o Brasil terá um enorme desfalque para a estreia na Copa do Mundo de Futebol Feminino neste domingo (9), contra a Jamaica, pelo grupo C da competição. O técnico Vadão confirmou neste sábado (8), em coletiva, que a camisa 10 e atual Bola de Ouro da FIFA não estará apta para participar do confronto, já que ainda se recupera de uma lesão na coxa esquerda.

Ao receber, durante entrevista coletiva, a notícia da ausência de Marta para o jogo contra sua seleção, o treinador da Jamaica, Hue Menzies brincou comemorando com um “Yeah!”, mas logo tratou de pregar respeito ao Brasil: “Respeitamos muito a seleção brasileira. A gente não espera que eles se intimidem com dificuldade. A Marta é uma jogada excepcional, mas é futebol. E se ela entrar? Vamos nos preparar. Mas sinto em saber que ela não vai jogar”, disse o comandante da equipe jamaicana.

Menzies afirmou que a sequência de nove derrotas seguidas da seleção brasileira pode ser um fator de motivação e explicou que este é seu grande medo para a estreia: “Elas não ganharam nenhum jogo esse ano. Chegarão com sede de vontade. Temos que combater essa vontade brasileira de atacar. Essa é a nossa preocupação. O medo delas tirarem um resultado que ainda não tiveram”.

O Brasil não chega como uma das favoritas ao título desta edição da Copa do Mundo de Futebol Feminino, mas conta com jogadoras experientes como Formiga, Cristiane e a própria Marta para tentar surpreender e faturar a competição pela primeira vez em sua história. Além da Jamaica, a seleção brasileira enfrentará Itália e Austrália pelo grupo C.

LEIA MAIS:

Jogo de abertura da Copa do Mundo de Futebol Feminino bate recorde de audiência na França