Torcida do São Paulo faz protesto na porta do CT: “Se não ganhar o pau vai quebrar”

Protesto pediu a saída do presidente Leco e também do ídolo e diretor executivo de futebol, o ex-atacante Raí

Cido Vieira
Jornalista em formação, e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com, trabalho como setorista do Botafogo e futebol nordestino
São Paulo

Crédito: Divulgação

Acabou a paciência do torcedor Tricolor. Após atrito no aeroporto, e muros pichados, centenas de torcedores do São Paulo se reuniram neste sábado (1), na porta do CT da Barra Funda para protestar pelo baixo rendimento da equipe na temporada, agravado após a amarga eliminação na Copa do Brasil, sofrida diante do Bahia no meio de semana.

Pedindo respeito com a camisa Tricolor, os torcedores protestaram por cerca de uma hora no CT. Os principais alvos foram o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e também e o diretor executivo de futebol e ídolo tricolor, o ex-atacante Raí. Entre os gritos ecoados no ato liderado pela organizada Independente, os protestantes determinaram que o “Brasileirão vira obrigação” nesta temporada.

Vale lembrar que, além da derrocada precoce na Copa do Brasil, o Tricolor amargou uma eliminação precoce ainda na fase pré da Libertadores, e perdeu a decisão do Paulistão para o arquirrival Corinthians. Entre os times da Série A, o São Paulo detém o pior aproveitamento na maiores dos quesitos.

O próximo compromisso do Tricolor ocorre neste domingo (2), às 16h, diante do Cruzeiro, no Morumbi, válido pela 7ª rodada do Brasileirão

LEIA MAIS:

Confira a agenda de jogos do São Paulo no mês de junho

De olho no cartão: Confira a lista de jogadores pendurados na 7ª rodada do Brasileirão