Ícone do site Torcedores – Notícias Esportivas

UFC: Dana White justifica chinesa como próxima rival de Jéssica Bate-Estaca

Divulgação/Twitter Oficial UFC

Jéssica Bate-Estaca terá Weili Zhang como primeira rival como campeã do peso-palha do UFC em agosto, em Shenzhen. Uma escolha que surpreendeu a vários especialistas e fãs.

A chinesa tem apenas três lutas no Ultimate e não estava entre as favoritas para enfrentar a brasileira pelo título da categoria. Veio a explicação de Dana White para justificar tal luta.

“Quando fizemos esta luta, vimos que era a que todos queriam. Weili Zhang venceu as últimas 19 lutas dela e a Jéssica venceu de forma incrível o título. Oferecemos a luta para a Rose Namajunas, a revanche, mas ela pediu tempo para descansar. Daí a Tatiana Suarez seria a próxima, mas ela lesionou o pescoço e não poderia lutar”, disse White em coletiva de imprensa durante a semana.

“A Nina Ansaroff, que é a terceira do ranking, perdeu. A Joanna (Jedrzejczyk) está cuidando da vida dela e vai demorar para voltar. E tem a Cláudia Gadelha, mas ela tem luta marcada contra a Randa Markos. Weili Zhang é a número seis do ranking e ela vai lutar pelo cinturão”, completou o chefão do UFC.

Mas o aspecto esportivo pode não ser a única coisa que pesou para a chinesa ser escolhida. O UFC inaugurará um Instituto de Performance no país na época do card e, para White, foi ‘coincidência’ que tudo aconteceu para isto.

“Sim, isso pode ter a ver com a abertura do Instituto de Performance e outras coisas, mas foi o destino também. Lugar certo, hora certa, pessoa certa. Porque ninguém quer lutar com Weili. Ela vive perguntando quando ela vai lutar e todas recusam. Ligamos para a Bate-Estaca e ela disse que queria muito essa luta na China. Me arrepia saber que essa luta vai ser incrível. Essas duas são incríveis”, afirmou.

LEIA MAIS

Lutador deixa card do UFC 239 após novo exame antidoping positivo

 

(Crédito da foto: Divulgação/Twitter Oficial UFC)

Leia mais:

Sair da versão mobile