Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

5 lições que o Palmeiras tirou da derrota para o Ceará

Quase um ano depois, Palmeiras é derrotado novamente no Brasileirão e o Torcedores.com listou possíveis lições que o alviverde pode tirar da derrota diante o Vozão

Eduardo Suguiyama
Eduardo Suguiyama é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado).

Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Neste sábado (21), Ceará x Palmeiras duelaram na Arena Castelão pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro e o Vozão derrotou o Verdão pelo placar de 2 a 0 e acabou com a longa invencibilidade do alviverde na competição e aumentou a ‘crise’ no time comandado por Felipão. Diante disso, o Torcedores.com listou cinco lições que o Palmeiras pode tirar do segundo revés consecutivo.

1 – Pausa para a Copa América foi ruim

Antes da pausa para a Copa América, o Palmeiras estava ‘voando’ e era praticamente impossível pensar que o alviverde perderia dois jogos seguidos (Internacional e Ceará), mas isso aconteceu e já causa incomodo na torcida.

2 – Deyverson

Assim como Borja, Deyverson vem sendo criticado por parte da torcida, o atacante não vem demonstrando o mesmo futebol de momentos no passado e não marca há algum tempo. O fato faz o clube procurar um novo camisa 9 no mercado.

3 – Pressão

Após a eliminação na Copa do Brasil para o Internacional, o Verdão já foi pressionado por parte da torcida em seu desembarque em Fortaleza e agora a tendência é a pressão crescer. Por esse motivo um bom resultado contra o Godoy Cruz na Libertadores é imprescindível.

4 – Brasileirão vai ser disputado

Diferentemente do que foi imaginado por muitos, o Brasileirão 2019 será disputado e o Verdão não nadará de braçadas como se desenhava no início do campeonato. O Santos já encostou, o Atlético-MG está próximo.

5 – Contratações ruins

Diferentemente de anos anteriores, o Palmeiras fez muitas contratações equivocadas em 2019. Ricardo Goulart e Felipe Pires já não estão no clube. Matheus Fernandes, Carlos Eduardo, Arthur Cabral não engrenaram.

LEIA MAIS:
Relembre 5 protestos de torcedores brasileiros nos últimos anos