Após vitória, Cris Cyborg pede revanche contra Amanda e detona Dana White

Cyborg voltou a criticar o chefão do UFC por declarações de que não queria ter a revanche com Amanda Nunes.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Divulgação/Facebook Oficial UFC

Cris Cyborg voltou a vencer no UFC após derrotar Felicia Spencer no co-main event do UFC 240, neste sábado (27) em Edmonton (CAN). E após a luta voltou a reiterar o desejo de encarar Amanda  Nunes.

“Vou deixar meus managers falarem com o UFC agora. Mas é claro que eu quero a Amanda, pedi a revanche após a nossa luta”, disse a paranaense.

Sobre Dana White, a brasileira não poupou críticas ao chefão do UFC, que vem afirmando que a ex-campeã dos penas não queria a revanche com a ‘Leoa’. E relembrou o passado turbulento com o comandante da organização para colocar dúvidas sobre seu futuro.

“Todo mundo sabe que não tenho o melhor dos relacionamentos com o UFC. Não tenho bom relacionamento com o Dana, ele vive me criticando. Sofri muito bullying por causa dele e ele nunca me pediu desculpas”, disparou Cyborg.

“Mas eu não tenho que gostar do chefe, tenho que, pelo menos, respeitá-lo. Isso faz com que possamos trabalhar juntos”, completou.

Apesar da negativa do UFC, Amanda Nunes está disposta a ter a chance de dar a revanche a Cyborg, afirmando isto em mensagem no Twitter.

LEIA MAIS

UFC 240: Cris Cyborg vence Felicia Spencer e já pensa em revanche contra Amanda Nunes

UFC 240: Max Holloway domina Frankie Edgar e segue como campeão dos peso-pena

(Crédito da foto: Divulgação/Facebook Oficial UFC)