Árbitro registra xingamentos de dirigentes do Internacional em súmula: “Safado”

Colorados detonaram a atuação da arbitragem no duelo que sacramentou a classificação gaúcha para as semifinais da Copa do Brasil

Cido Vieira
Jornalista em formação, e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino.

O duelo entre Internacional x Palmeiras teve um final eletrizante e repleto de polêmicas em sua reta final. Revoltados com a anulação do tento convertido por Víctor Cuesta no último minuto de jogo e a expulsão de D´Alessandro, representantes do Colorado dispararam inúmeros xingamentos ao árbitro Rafael Traci, mesmo após a classificação garantida nas penalidades. As ofensas foram registradas na súmula da partida.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Segundo relatos de Traci, o presidente do Internacional, Marcelo Medeiros, e o vice de futebol, Roberto Melo, chamaram-no de “safado”, “sem-vergonha” e “ladrão”.  Os xingamentos teriam sido proferidos quando o trio de arbitragem se encaminhava para o vestiário do Beira-Rio.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“após o final da partida, quando eu e a equipe de arbitragem nos dirigiámos para o vestiário de arbitragem, fomos abordados pelos srs. marcelo medeiros ( presidente do s.c. internacional) e roberto mello (vice presidente de futebol do s.c. internacional), que de forma agressiva e acintosa, nos acompanharam até as proximidades do vestiário de arbitragem, proferindo repetidamente as seguintes palavras: ‘safado, sem vergonha, c*, ladrão, a tua família tem vergonha de ti.’, informo que nos sentimos ofendidos diante de tais atitudes. ressalto que ambos tiveram que ser contidos pelo policiamento, que nos conduziram até a porta do vestiário”, afirma Rafael Traci.

Na coletiva pós-jogo, Roberto Melo condenou a atuação da arbitragem principalmente pelo fato da anulação do segundo tento, onde após a verificação no VAR, Traci identificou uma falta no volante Felipe Melo.

– Foi uma vergonha o que houve aqui hoje. O Palmeiras não precisa disso nem tem culpa. Já é uma dificuldade enfrentar a melhor equipe, o melhor treinador. Eu assisti aos lances, e ninguém sabe o que o juiz marcou – apontou o vice de futebol, citando a anulação do gol e a posterior expulsão de D’Alessandro por reclamação.

LEIA MAIS:

Palmeiras inicia venda de ingressos para duelo decisivo da Libertadores; veja informações

Palmeiras: Aproveitamento de Felipão no mata-mata contrasta com números dos pontos corridos; veja o comparativo

Palmeiras perde para o Inter, sai da Copa do Brasil e desperdiça chance de ganhar milhões