Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Argentina mantém invencibilidade histórica contra Chile pela Copa América

Apesar de ter sido vice-campeã para selecionado chileno nas duas últimas edições, Seleção Argentina jamais perdeu para La Roja em 28 duelos. Nesta tarde, os albicelestes conquistaram o terceiro lugar na Copa América

Fábio Dias
Jornalista formado pela Universidade Nove de Julho, com especialização em Jornalismo Esportivo pela Cursos Prado.Os 140 caracteres do Twitter não estavam sendo suficientes para analisar todos os jogos que o autor acompanha durante a semana. O mundo é uma bola, nada mais justo do que este perfil retratar todas as nuances do esporte mais sensacional que já inventaram. Análises táticas, técnicas e históricas sobre os campeonatos do Brasil e do Mundo, com olhar crítico, aqui no Torcedores.

Crédito: Argentina se mantém invicta contra Chile, em jogos de Copa América. (Foto: Reprodução/AFA)

A Argentina terminou a Copa América, em terceiro lugar, depois de vencer o Chile, na Arena Corinthians, por 2 a 1. Os gols foram marcados por Agüero e Dybala, enquanto Vidal descontou para os chilenos. Assim, os argentinos se mantiveram invictos contra os chilenos na história do torneio.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

De acordo com o perfil da Opta Sports, no Twitter, são 28 jogos de invencibilidade da Argentina, no duelo em que mais há a maior distância entre adversários no torneio. Ainda segundo o perfil da empresa especializada em estatísticas, são 21 vitórias e sete empates.

Mas, dois dos empates entre os times tiveram um gosto amargo para os hermanos. Isso porque, em 2015 e em 2016, as seleções empataram por 0 a 0 nas duas finais da Copa América. Em ambas as disputas, no entanto, o Chile terminou campeão, nas disputas por pênaltis.

Desta vez, com vitória, a Argentina chegou ao terceiro lugar. Nas últimas seis edições de Copa América, os albicelestes terminaram no top-3 em cinco. A exceção foi em 2011, na edição na qual a própria Argentina foi sede do torneio.

Em 2004, 2007, 2015 e 2016, os albicelestes terminaram como vice-campeões. Nos dois primeiros anos, foi derrotado para o Brasil; nos dois anos seguintes, para o Chile.