Atlético: Otero agradece recepção, cita torcida e projeta cenário ideal no clássico

Ao que tudo indica, Otero deve iniciar como opção no clássico entre Cruzeiro e Atlético

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores
Atlético

O Atlético finaliza hoje sua preparação para o clássico contra o Cruzeiro, marcada para esta quinta-feira (11), às 20h (de Brasília), no estádio do Mineirão, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil. Um pouco antes da atividade, Otero concedeu entrevista coletiva no CT.

De volta após um período emprestado ao Al Wehda, da Arábia Saudita, Otero esbanjou alegria em voltar a vestir a camisa do Atlético.

“O primeiro dia que cheguei aqui foi uma felicidade enorme. Entrei no vestiário e nunca tinha conversado com o Réver, mas foi um dos caras que me acolheu. Estava treinando no primeiro dia e já falava com o Ricardo Oliveira. Minha felicidade voltou. Estou muito feliz de ter voltado. Queria agradecer à torcida, que quando fiquei fora ficou mandando mensagem”, disse.

Para encarar a Raposa, Otero deve iniciar no banco de reservas. Ele, inclusive, admitiu não estar na plena forma física. Porém, imagina ao menos alguns minutos em campo.

“Acredito que fisicamente eu não estou 100% porque eu treinei muito bem lá (na Arábia Sáudita). Mas eu fiquei um mês de férias e eu estava na Venezuela com a minha família. Então, eu ficava muito tempo sem treinar. Fiquei um mês parado e voltei para o Atlético e estão tendo um cuidado comigo diferente nesta intertemporada . Acredito que não estou 100% pra jogar. Estou disponível, mas acredito que, pelo meu estado físico, vou fica no banco, mas acredito que possa ter alguns minutos para jogar”, declarou Otero.

Cenário ideal

“Só tenho coisas positivas na minha cabeça para amanhã. Me imagino fazendo gols, dando assistência e ajudando o time”.