Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Bia Haddad é suspensa provisoriamente pela Federação Internacional de Tênis

Tenista brasileira testou positivo para substância proibida em competição disputada no mês de junho

Luiz Ferreira
Produtor executivo da equipe de esportes da Rádio Nacional do Rio de Janeiro, jornalista e radialista formado pela ECO/UFRJ, operador de áudio, sonoplasta e grande amante de esportes, Rock and Roll e um belo papo de boteco.

Crédito: Reprodução / Facebook / Bia Haddad Maia

A tenista Beatriz Haddad Maia foi suspensa provisoriamente pela Federação Internacional de Tênis (ITF). A brasileira de 23 anos testou positivo para a substância SARM S-22 LGD-4033 em exame realizado durante o WTA de Bol, na Croácia, disputado entre os dias 3 e 9 de junho.

Bia Haddad foi suspensa no dia 12 de julho com duração efetiva até o dia 22 de julho. Nesse período, a tenista teria o direito de exercer a sua defesa para evitar a continuidade da suspensão provisória. No entanto, de acordo com nota oficial emitida pela ITF, Bia não exerceu essa possibilidade.

A ITF explicou que Bia Haddad realizou exame antidoping no dia 4 de junho e que a amostra foi analisada por laboratórios credenciados pela WADA (a Agência Mundial Antidoping) em Montreal. No teste foi confirmada a presença da substância SARM S-22 LGD-4033. Ela está listada na categoria “não específica” na lista da WADA. Testes positivos para esse tipo de substância são passíveis de suspensão provisória.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a tenista afirmou que foi pega de surpresa com a suspensão e que nunca tentou tirar vantagem na sua carreira.

“A tenista Beatriz Haddad Maia recebeu com surpresa, na manhã desta terça-feira (23), a notificação do Programa de Anti-Doping da ITF que, em teste realizado no Croatia Bol Open, no mês passado, foi encontrado as substâncias SARM S-22 e SARM LGD-4033. A atleta esclarece que jamais procurou obter vantagem indevida, sempre respeitou o jogo limpo e que trabalhará na sua defesa para provar sua inocência.”

Bia Haddad é de São Paulo, se profissionalizou em 2010 e atingiu seu melhor ranking em 2017, quando chegou ao número 58. Atualmente, ela é a número 99 do mundo.

LEIA MAIS:

Goiás é acusado de machismo em apresentação de nova camisa e gera polêmica nas redes sociais

Alex Morgan elogia artigo que define Cristiano Ronaldo como “ícone de corrupção no esporte”