Bia Haddad Maia não joga bem e é derrotada por sensação jovem inglesa em Wimbledon 2019

Brasileira não consegue chegar nem perto do tênis exibido na rodada anterior e é derrota por dois sets a um, pela jovem Harriet Dart

Lucas Calegari
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Chloe Knott/Reprodução - Instagram

Muito se esperava da brasileira Beatriz Haddad Maia nesta quinta-feira (04), após ela ter passado pelo qualifying e na estreia da chave principal ter derrotado a campeã de 2017, Garbiñe Muguruza. Entretanto, em um jogo de altos e baixos, ela não conseguiu se impor contra uma jovem inglesa. Que foi mais consistente e se mostrou menos cansada, para alcançar a próxima fase do torneio e a sua quinta vitória na ainda curta carreira.

 

Primeiro set:

A brasileira já começou o jogo tendo seu serviço quebrado e isso dificultou muito as coisas no set inicial. Que se arrastou com vantagem inglesa.

Bia Haddad Maia demonstrava, aos poucos, que podia crescer na partida. Começou a encaixar bons pontos e pressionar o saque da adversária.

Porém, a inglesa Harriet Dart, número 182 do ranking Mundial, se defendia muito bem. Conseguindo chegar ao game decisivo com boa vantagem. Sacou com 5-4, para fechar o primeiro set. E aí a pressão bateu. Bia se aproveitou disso e devolveu a quebra de serviço, empatando a partida.

Foto: Reprodução/Instagram

Após ambas confirmarem os games seguintes, fomos para o tie-break. A brasileira até conseguiu um “mini-break point”, ao pontuar no saque da rival. Mas soube explorar muito pouco das suas vantagens na partida e viu a britânica fechar o set, 7 x 6 (4).

 

Segundo set:

A segunda parcial foi a clara demonstração de atletas jovens e que não sabem controlar muito bem suas emoções ainda. Bia Haddad Maia começou quebrando o saque da inglesa, abrindo dois games à zero. Harriet Dart foi lá e devolveu a quebra e virou a parcial para 3 x 2.

A partir daí só deu Bia, que cresceu novamente, quebrou o serviço da sua adversária mais duas vezes e fechou o set em 6 x 3. Partida empatada e promessa de um jogo bem longo.

 

Terceiro set:

Na parcial decisiva Bia Haddad Maia mostrou claramente desconforto, por lesão ou cansaço. E teve seu serviço de saque quebrado logo no início do set (2 x 1). Após este game chegou até a pedir atendimento médico na quadra.

Era o que Harriet Dart precisava, a jovem cresceu na partida, se mostrou firme e com gás. Depois disso não perdeu mais nenhum game e fechou a parcial decisiva em 6 x 1.

Foto: Reprodução/Instagram

 

Vitória da inglesa de apenas 22 anos, por dois sets a um, em mais de 2 horas e 20 minutos de partida.

 

E agora Wimbledon?

Harriet Dart avança pela primeira vez na vida para uma terceira rodada de Grand Slam e terá a “simples” missão agora de enfrentar a atual número um do Mundo, Ashleigh Barty.

Bia Haddad Maia agora descansa uns dias, verifica se não tem alguma lesão e volta ao circuito para muitos torneios que ainda tem para disputar em 2019. Boa sorte para a brasileira.

 

Leia mais: Resumão da Copa do Mundo de Futebol Feminino: veja tudo o que aconteceu nas semifinais