Brasil é medalha de ouro na ginástica artística masculina por equipes no Pan 2019

Brasil foi a primeira equipe a se apresentar e precisou secar os americanos, que ficaram com a prata

Paulo César Desidério Costa
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Ricardo Bufolin/Confederação Brasileira de Ginástica

O Brasil conquistou medalha de ouro na Ginástica Artística masculina por equipes, já na madrugada desta segunda-feira (29), nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. Primeira equipe a se apresentar, o Brasil fez a sua parte e ficou na torcida para que a equipe dos Estados Unidos, principal concorrente, não superasse os 250.450 pontos alcançados em todos os aparelhos.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O time brasileiro formado por Arthur Zanetti, Arthur Nory, Caio Souza, Francisco Barreto e Luis Porto recebeu a medalha de ouro no Pan 2019 e ouviu o hino nacional do lugar mais alto do pódio. O time obteve um resultado que não acontecia desde o Pan de 2011, em Guadalajara, no México. A medalha de prata ficou com os americanos, que somaram 249.400. O bronze foi para o Canadá, que fez 246.725 em sua pontuação.

Ouro suado

A equipe dos Estados Unidos chegou às argolas, último dos seis aparelhos, precisando somar 41.450 para serem campeões. Robert Neff fez apenas 13.000 e teve sua pontuação descartada por ser a menor nota. Com diferença de 14.650, coube ao ginasta Brody Malone a missão de se apresentar bem e garantir nota que desse o ouro aos Estados Unidos. Não conseguiu. Com 13.550 do americano, foi o Brasil que levou a medalha, para a festa da equipe e comissão técnica brasileira.

Vagas nas finais individuais

O Brasil obteve ainda 12 vagas nas finais individuais na ginástica artística masculina do Pan de Lima. Arthur Nory e Caio Souza, disputarão a final do individual geral. No solo, Nory também representará o Brasil, assim como Arthur Zanetti. No cavalo com alças, Francisco Barreto é o finalista brasileiro. Nas argolas, Arthur Zanetti terá ao seu lado Caio Souza. No salto, Luis Guilherme Porto conseguiu a vaga. Nas barras paralelas, Caio Souza e Arthur Nory estarão na decisão. Na barra fixa, Nory e Francisco Barreto representam o Brasil.

Vale a torcida

Nesta segunda-feira (29), a ginástica artística brasileira terá duas finais e quatro representantes, sendo dois no masculino e dois no feminino.

Às 15h00, Flávia Saraiva e Thaís Fideles disputam a final do individual geral feminino. Às 20h00, será a vez de Arthur Nory e Caio Souza representarem o Brasil na final do individual geral masculino.

LEIA MAIS

Netinho Marques conquista o ouro no taekwondo para o Brasil no Pan 2019