Brasil dá o troco, atropela Turquia e enfrenta os EUA na final da Liga das Nações

Desacreditado, o Brasil começou a fase final da Liga das Nações sem pretensões de título. E com a experiência de José Roberto Guimarães, as brasileiras atropelaram as turcas por 3 x 0 e fazem a final contra os EUA

Andressa Fischer
Gaúcha, 21 anos. Vôlei | Futebol Gaúcho | Flamengo

Crédito: Foto: Divulgação/FIVB

Com a Natália inspirada, o Brasil despachou as turcas pela semifinal da Liga das Nações. Jogando no erro do adversário, a equipe brasileira tomou o controle do jogo e não deixou as rivais se sobressaírem.

CONMEBOL Sul-Americana, Serie A Italiana, Ligue 1 Francesa, além de acompanhar também as emoções da Série C do Brasileirão e muito mais, em HD e em diversos dispositivos.  Acompanhe tudo pelo DAZN por R$ 37,90 por mês após os primeiros 30 dias grátis.

Zé Roberto foi um dos principais trunfos na classificação verde e amarela para a final da competição. O treinador tricampeão olímpico viu que Paula Borgo não estava rendendo – saiu zerada da partida, e colocou Lorenne em quadra.

A ex jogadora do Osasco comandou o ataque brasileiro junto com Natália. Foram 24 pontos da dupla na partida, que foi mortal para as comandadas de Giovanni Guidetti. As turcas bem que ofereceram resistência no primeiro set: 25-23 para o Brasil, mas foi em vão.

As brasileiras voltaram para o jogo dispostas a colocar um ponto final na partida e devolver a derrota na semifinal da Liga das Nações na temporada passada. Sem conseguir passar pelo sistema defensivo do time brasileiro, quando as turcas não paravam no bloqueio, jogavam a bola para fora.

E com o ataque funcionando, Macris jogou como quis. Distribuição perfeita da levantadora do Minas e show nos dois sets seguintes: 25/15 e 25/10.

Brasil busca título inédito da Liga das Nações contra arquirrival

Maior campeã do antigo Grand Prix, a seleção brasileira volta a enfrentar os Estados Unidos em uma final neste domingo (07). A partir das 8h30min, pelo horário de Brasília-DF, as duas equipes que já decidiram ouro olímpico voltam a se confrontar, mas dessa vez pela VNL.

E enquanto as brasileiras nunca levantaram o caneco da competição, e querem o primeiro título, as norte-americanas querem conquistar o bicampeonato: as comandadas de Karch Kiraly venceram a Turquia na final no ano passado, com Barstch sendo eleita a MVP do torneio.

LEIA MAIS

Brasil enfrenta algoz do Mundial 2018 na fase final da Liga das Nações; veja a tabela completa