Cássio, em entrevista coletiva do Corinthians, alfineta camisa verde da Seleção: “Nada a ver”

O goleiro Cássio se esquivou, em entrevista coletiva, ao ser perguntado sobre as camisas verdes de goleiros usadas pela Seleção Brasileira na Copa América

João Pedro Oliveira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Lucas Figueiredo/CBF

O goleiro Cássio retornou aos treinos do Corinthians na tarde desta quarta-feira (10) após conquistar a Copa América  com a Seleção Brasileira, no último domingo (7), e provocou um momento hilário na entrevista concedida no CT Joaquim Grava. Questionado sobre o fato de não aparecer com a camisa verde, distribuída aos goleiros para treinos e aquecimento na equipe de Tite, o arqueiro tentou se esquivar de qualquer polêmica a respeito da cor do rival Palmeiras.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“Não, não. Aqui no clube a gente também treina de moletom, aí coincidiu de ser azul”, comentou o goleiro Cássio, “traído” pelo companheiro de time e Seleção, Fagner, que estava sentado ao seu lado. Assim que o goleiro começou a falar, Fagner não segurou o riso e agiu como se o companheiro estivesse se enrolando na fala.

A coincidência citada por Cássio chamou a atenção de quem cobriu os treinos e jogos da Seleção Brasileira durante a Copa América. O arqueirocorintiano sempre fez questão de aparecer com um agasalho azul por cima da roupa verde, enquanto Alisson e Ederson surgiram várias vezes apenas com a camiseta de treinamento. Nem mesmo os treinos em lugares quentes, como Salvador, fizeram com que ele aparecesse de verde nos treinos.

“Era verde a outra roupa, mas nada a ver. A gente não esquece a equipe em que a gente está, mas eu estava representando um país todo, independente da cor. Tinhas dias que estava frio e precisava usar agasalho”, continuou o jogador, respondendo em um misto de sorrisos e seriedade.

Não foi a primeira vez que Cássio precisou lidar com o tema. Em 2015, ainda sob o comando de Dunga, ele foi chamado para o jogo das Eliminatórias da Copa da Rússia, contra a Argentina, no Monumental de Núñez. A Seleção treinou no CT Joaquim Grava e Cássio admitiu a estranheza de ter de usar verde na casa corintiana.

“O pessoal falou bastante que é estranho, não vemos ninguém de camisa verde dentro do CT, mas é da Seleção, temos que usar. Representar a Seleção é diferente, muda um pouco porque o país todo está vendo, apesar de que no Corinthians os “antis” assistem bastante”, disse ele em 2015.

Leia mais:

Corinthians: Cássio e Fagner voltam e devem jogar contra o CSA

Jornalista revela quais times estão devendo para seus atletas; clubes devem até 13º salário

Arena Corinthians ganha espaço ‘kids’ com vista para o gramado