Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

CBF afirma que VAR corrige cinco erros graves por rodada; veja como estaria a tabela sem o árbitro de vídeo

Confederação Brasileira de Futebol fez sua primeira avaliação sobre o VAR no Campeonato Brasileiro e se mostrou satisfeita

Matheus Leal
Setorista e editor-assistente do Torcedores.com

Crédito: João Moretzsohn/CBF

A CBF, Confederação Brasileira de Futebol, realizou sua primeira avaliação sobre o VAR no Brasileirão 2019. A entidade apresentou dados que mostram que o árbitro de vídeo corrige 4,7 erros por rodada. As principais falhas são: marcação de pênalti não dado anteriormente e validação de gols que foi assinalado impedimento de forma errônea. As informações são do Blog do Rodrigo Mattos, do UOL.

Nas nove primeiras rodadas do Brasileirão, realizadas antes da Copa América, 51 revisões ao lado do campo foram feitas em 89 partidas. Desse número, o VAR alterou a decisão de campo em 42 oportunidades. Ou seja, 82% dos lances foram mudados após o árbitro checar o vídeo.

Veja os erros mais corrigidos pelo árbitro de vídeo no Brasileirão 2019:

A rodada com mais interferências do VAR foi a primeira. Foram 16 indicações para mudanças de decisão do árbitro. A com menos foi a quarta rodada, com apenas quatro utilizações. Porém, vale ressaltar que a tecnologia trouxe mais justifica às partidas e os acertos da arbitragem aumentaram com o auxílio do vídeo.

E sem o VAR, como estaria a tabela? Os clubes mais “prejudicados” pela existência do árbitro de vídeo são São Paulo e Chapecoense. Sem a tecnologia, o tricolor paulista estaria no G-4 e a Chape fora da zona de rebaixamento. Já o mais “beneficiado” foi o Goiás, que teria seis pontos a menos se não fosse o VAR.

Fora o São Paulo em quarto no lugar do Internacional, o G-4 seria o mesmo com e sem VAR. No entanto, com mudanças na pontuação. O líder Palmeiras teria 23 e não 25 pontos. Já o Flamengo teria um ponto a mais: 18 e não 17.

Já na parte de baixo, também há poucas mudanças. A única no Z-4 seria a entrada do Vasco e a saída da Chapecoense. Sem o vídeo, o cruzmaltino teria seis e não nove pontos. Já a Chape teria dez e não apenas oito.

Veja a tabela do Brasileirão 2019 com e sem VAR até a nona rodada:

LEIA MAIS

Mercado da bola 2019: acompanhe todas as movimentações do futebol brasileiro AO VIVO

Palmeiras teve a maior folha salarial de 2018; veja quanto cada clube da Série A gastou

Com brasileiros, veja os 10 jogadores que mais valorizaram em 2019

Declare amor pelo seu time! Clubes se mobilizam em campanha para ganharem mais do PPV em 2020; entenda