Confira a nota dos jogadores do Internacional após a classificação contra o Palmeiras

O Internacional venceu o Palmeiras no tempo normal e nos pênaltis, em jogo válido pela Copa do Brasil. O Torcedores.com mostra como foi a atuação dos jogadores do Inter nesta partida

Diego Lucio Castro de Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Em mais um jogo brigado, o Internacional venceu o Palmeiras por 1×0, no Beira Rio. O gol da partida veio após chute forte de Patrick. Nos pênaltis, 5×4 para o Inter, que está na semifinal da Copa do Brasil.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O Torcedores.com conceitua as atuações dos jogadores do Internacional na classificação contra o Palmeiras.

Marcelo Lomba– 7,5: Foi bem nas poucas bolas que chegaram e foi decisivo nos pênaltis. Grande fase do goleiro do Internacional.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

Bruno – 5,5: Não chegou bem no ataque e sofreu na defesa, mas não comprometeu. Acabou sendo sacado, para que o Inter exercesse uma pressão maior.

Nonato – 6,0: Entrou no lugar de Bruno, recuando Edenilson para a lateral e ocupando seu papel na meia. Deu trabalho, mas chegou poucas vezes à linha de fundo. Converteu sua cobrança de pênalti.

Victor Cuesta– 6,5: Mais uma vez gigante. Muito bem pelo alto e preciso por baixo.

Rodrigo Moledo– 7,0: Tão gigante quanto Cuesta, mas com o adendo de ser arma perigosa ofensivamente. A zaga do Inter não deixou o Palmeiras jogar.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Uendel – 6,0: Apoiou bem na lateral, mas pelo seu lado, o Inter tomou alguns contra ataques. Também foi substituído por uma peça mais ofensiva.

Wellington Silva – 5,5: Entrou no lugar de Uendel, mas teve pouco tempo e espaço para mostrar seu futebol.

Rodrigo Lindoso– 5,5: O substituto de Dourado não manteve o nível. Pareceu nervoso durante a partida, mas não comprometeu. Bem na defesa, mas escondido ofensivamente. Em compensação, bateu seu pênalti de maneira indefensável, no alto do gol.

O MELHOR

Edenilson – 7,5: Primeiro como meia direita e depois de lateral direito. Edenilson mandou naquele lado do campo. As transições velozes e as rápidas tomadas de decisão são o grande diferencial do meia. Pra completar, seu pênalti foi convertido de maneira caprichosa, batendo na trave e morrendo no gol.

Patrick – 7,0: Também começou na meia esquerda e acabou na lateral. Além da disposição tática, o gol premiou a boa atuação de Patrick. Nota mais baixa devido ao pênalti perdido que poderia ter dado a classificação antecipada para o Inter.

D’Alessandro – 7,0: Poderia ser uma nota bem maior. D’Alessandro armou de maneira brilhante o time gaúcho e organizou o jogo para sua equipe. Mas a expulsão no final da partida, manchou a grande atuação do argentino. Reclamações na mesma intensidade que seu futebol, prejudicaram a nota do craque colorado.

Nico Lopez – 6,0: Foi melhor marcado do que na última partida. Apesar disso, teve boas chances de gol. No segundo tempo cansou.

Rafael Sóbis– 5,5: Entrou no lugar de Nico Lopez, e brigou pelo lado esquerdo do ataque do Internacional. Mas não teve tanto sucesso. Converteu seu pênalti.

Guerrero– 6,0: Melhor que no primeiro jogo, mas muito abaixo do esperado. Muito pela marcação de Gustavo Gomez e Luan, o atacante do Inter teve apenas uma chance na partida. Abriu a série dos pênaltis convertendo sua cobrança.

Odair Hellmman– 7,0: Armou um time completamente diferente do jogo de ida. Suas substituições ofensivas foram o diferencial da partida. O Internacional encurralou o Palmeiras, mas teve azar nas finalizações. O Inter acima de tudo mereceu a classificação e merece estar na semifinal da Copa do Brasil

 

LEIA MAIS
Ex-jogadoras cobram demissão de Vadão da Seleção Feminina