Copa do Mundo Feminina: “As coisas nunca mais serão as mesmas”, diz presidente da França

Presente na final disputada em Lyon, Emmanuel Macron disse que a audiência do Mundial foi “extraordinária”. Os Estados Unidos se sagraram tetracampeões da Copa do Mundo disputada na França

Fábio Dias
Jornalista formado pela Universidade Nove de Julho, com especialização em Jornalismo Esportivo pela Cursos Prado.Os 140 caracteres do Twitter não estavam sendo suficientes para analisar todos os jogos que o autor acompanha durante a semana. O mundo é uma bola, nada mais justo do que este perfil retratar todas as nuances do esporte mais sensacional que já inventaram. Análises táticas, técnicas e históricas sobre os campeonatos do Brasil e do Mundo, com olhar crítico, aqui no Torcedores.

Crédito: A Copa do Mundo Feminina foi elogiada por Emmanuel Macron, presidente da França. (Foto: Reprodução)

Em partida disputada no Groupama Stadium, em Lyon, os Estados Unidos venceram a Holanda, na final da Copa do Mundo Feminina, por 2 a 0.Os gols foram marcados por Rapinoe e Lavelle.

Presente ao estádio para acompanhar a decisão, o presidente da França, Emmanuel Macron, viu com bons olhos o Mundial disputada no país.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“Como vi nas entradas dos estádios quando cheguei aqui, 24 mil torcedores americanos que vieram dar apoio ao time deles. É incrível e temos números extraordinários de audiência. Finalmente, para este esporte feminino, as coisas nunca mais serão as mesmas. Tivemos estádios lotados”, afirmou Macron.

A declaração concedida após a partida, quando o governante francês elogiou a competição e o envolvimento dos torcedores.

A França, país-sede do torneio pela primeira vez, caiu nas quartas de final justamente para os Estados Unidos. O time comandado pela técnica Jill Ellis conquistou a Copa do Mundo pela quarta vez em oito edições.