Mano Menezes ataca “aproveitadores” após eliminação do Cruzeiro

A Raposa parou nas oitavas de final da Libertadores após perder nos pênaltis por 4 a 2, para o River Plate, no Mineirão.

Ramon Lopes
Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: Vinnicius Silva/Cruzeiro/divulgação

O sonho do tricampeonato da Libertadores acabou de forma melancólica para o Cruzeiro. Depois de nova igualdade por 0 a 0, a Raposa acabou eliminada nas penalidades máximas para o River Plate, mesmo jogando no Mineirão. Após a amarga desclassificação, Mano Menezes se mostrou irritado e atacou aos que caracterizou como ‘aproveitadores’.

Na oportunidade, Mano Menezes falou sobre a escolha por escalar três volantes diante do River Plate e também sobre optar por deixar Thiago Neves em campo, mesmo com o camisa 10 visivelmente esgotado.

“Já imaginava que iria aparecer os primeiros aproveitadores após a eliminação. Em nenhum momento o Cruzeiro deixou de acreditar e lutou até o fim dos 90 minutos para marcar o gol. O Thiago Neves ficou em campo não pensando em bater pênalti, mas sim porque é um atleta que pode marcar gol a qualquer minuto. Não se trata de estilo, pois desde 97, quando ganhou o bicampeonato da Libertadores, o Cruzeiro disputou mais 11 edições da Libertadores. Durante esse período, passaram oito treinadores diferentes e todos com estilos diferentes. Ninguém conseguiu ganhar, pois é difícil ganhar a Libertadores”, atacou Mano Menezes durante a coletiva de imprensa.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“Nós perdemos nos pênaltis. Ninguém com um pouco de caráter pode dizer que o Cruzeiro não lutou até o fim para vencer”, complementou Mano Menezes, que não fugiu de dar explicação quando questionado sobre a escolha de começar a partida diante do River Plate com três volantes.

“Sabíamos que seria difícil derrota-los, mesmo jogando no Mineirão. Começamos mal a partida porque erramos muito. Novamente muitos erros de saída de bola. Tínhamos dificuldades para montar a escalação ideal, porque o Robinho só tinha condição de jogar 30 minutos”, concluiu Mano Menezes.

LEIA MAIS:

APÓS ELIMINAÇÃO, FRED ADMITE: ‘ESTAMOS JOGANDO PARA GANHAR DE 1 A 0’