Efeito Luxemburgo: 8 jogadores já deixaram o Vasco após chegada do técnico; outros nove podem sair

A principal baixa do time do Vasco é a saída de Maxi López, destaque do grupo que lutou contra o rebaixamento em 2018

Rogério Araujo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Desde a chegada de Vanderlei Luxemburgo ao Vasco no início de maio, oito jogadores já deixaram o time, seja por determinação do clube ou do próprio jogador. Casos de Maxi López e Bruno Silva, que entraram na Justiça cobrando salários atrasados.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O técnico Cruzmaltino prometeu enxugar o elenco, que contava com mais de 40 atletas quando assumiu a equipe. Além de Maxi López e Bruno Silva, outros seis deixaram o clube: o goleiro Gabriel Félix, que foi emprestado ao São Bento, o zagueiro Luiz Gustavo, que acertou com o Guarani, os volantes Willian Maranhão, cedido ao América Mineiro, e Rodrigo Fernandes, que assinou em definitivo com o Corinthians, e os atacantes Caio Monteiro, que fechou com o Paraná até o fim da temporada, e Bruno Henricky, que agora vai defender o Fafe, de Portugal.

Segundo o blog do Garone, do Lance, outros 9 atletas podem deixar o time. Elem estão treinando em separado e podem ter o futuro definido nos próximos dias: o goleiro João Pedro, os laterais Cláudio Winck, Rafael França e Luan, o meia Dudu e os atacantes Jairinho, Ribamar, Moresche e Vinícius Araújo.

Mudanças no Vasco após a chegada de Luxemburgo:

Saíram do clube: Gabriel Félix, Bruno Silva, Luiz Gustavo, Rodrigo Fernandes, Bruno Henricky, Willian Maranhão, Caio Monteiro e Maxi López

Treinam em separado e podem sair: João Pedro, Cláudio Winck, Rafael França, Luan, Dudu, Moresche, Jairinho, Ribamar e Vinícius Araújo

LEIA MAIS: