Torcedores – Notícias Esportivas

Elogiado por Galiotte, promessa do Palmeiras é oficialmente apresentada pelo Sport: “era complicado jogar lá”

Jogador chegou ao Sport, disputou três jogos e conquistou um título durante a Copa América. Expectativa é por retorno

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Anderson Stevens/Sport

O meia-atacante Yan, de 20 anos, é uma das maiores promessas das divisões de base do Palmeiras e foi lembrado pelo presidente Maurício Galiotte durante o programa Grande Círculo, do Sportv.

Em entrevista coletiva, o atleta comentou as chances que tem recebido em empréstimo ao Sport e as dificuldades de atuar no Palmeiras.

“Fico feliz por ele estar lembrando de mim como um atleta promissor da base do Palmeiras. Mas o grupo do Palmeiras é muito forte e acaba que fica um pouco complicado para jogar lá.”

O Verdão demonstrou interesse em Ezequiel, também do clube pernambucano, na última semana. O jogador está emprestado pelo Botafogo e pode pintar no clube paulista. Rival de posição, Yan elogiou o companheiro, que briga pela titularidade.

“Fiquei muito surpreso quando cheguei aqui, a rapaziada me recebeu muito bem. Em relação a Ezequiel, é um dos caras que mais converso hoje. Não tem rivalidade, está todo mundo com o mesmo objetivo, que é colocar o Sport na Série A. Em relação à titularidade, deixo a critério de Guto se estarei de titular ou não”, apontou o atleta, que disputou três jogos pelo clube pernambucano, mas só foi apresentado oficialmente na quarta (10) por problemas de agenda.

“Vir para o Sport vai ser uma forma de crescer mais. Aprendi muito taticamente e uma forma de jogar diferente em Portugal (estava no Estoril Prata), então posso ajudar o Sport de maneiras diferentes a conquistar o acesso à Série A e depois ser campeão.”

Leia mais:
Palmeiras busca aproximação da Conmebol antes de mata-mata da Libertadores

“Para mim é um absurdo se a Leila virar presidente do Palmeiras”, diz André Rizek

Ricardo Graça vê como positiva concorrência na defesa do Vasco: “Quem jogar vai estar pronto para ajudar”