Torcedores – Notícias Esportivas

Everton relembra início no Grêmio e autor do apelido Cebolinha: “Eu não gostava”

Em divertida entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira, atacante recordou os primeiros momentos no Grêmio e o apelido engraçado que ainda carrega

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Facebook/Grêmio

Entre 2013 e 2014, o atacante Everton começou a dar os seus primeiros passos no profissional do Grêmio e não foi “perdoado” pelos mais velhos do elenco. Logo de cara, ganhou um apelido que, confessa, não gostava muito. O “Cebolinha”, inspirado no personagem da Turma da Mônica, rapidamente “pegou” entre o grupo de jogadores.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O autor da brincadeira é o sempre divertido lateral-direito Pará, que atualmente joga no Flamengo, tendo sido titular do Grêmio na mesma época em que Everton surgiu no time de cima.

“O Pará me deu esse apelido, em 2013, quando eu subia às vezes para treinar com o profissional. No início de 2014, a gente treinou em Bento Gonçalves e aí pegou essa semelhança na pré-temporada. Ele me chamou de Cebolinha por conta da Turma da Mônica. A princípio, eu não gostei, por isso que pegou”, brincou o jogador em coletiva nesta quinta-feira.

Ainda em tom de brincadeira, Cebolinha revelou uma divertida conversa com o técnico Tite:

“Ele veio me perguntar se poderia me chamar de Cebolinha. Eu disse para ele que estranho seria se ele não me chamasse assim. Todo mundo me chama assim, o Renato Gaúcho me chama assim. Até a minha mulher me chama assim às vezes. Quando ela me chama de Everton é porque eu já sei que ela está brava”, disse.

Com Everton mantido no time titular, o Brasil tenta conquistar a Copa América na final de domingo, no Maracanã, diante do Peru.

LEIA MAIS:

Susto no retorno: Grêmio usa titulares e leva 4×1 do São José em jogo-treino

De olho no mercado, Inter impõe condição para trazer novos reforços

Reviravolta? Dirigente do Grêmio explica por qual motivo Everton pode, sim, ficar no clube

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram