Fórmula E: Próximo do bicampeonato, Vergne mantém cautela ao falar do ePrix de Nova York

A quinta temporada da Fórmula E chega a seu momento decisivo neste fim de semana, com a rodada dupla em Nova York, as duas últimas provas do campeonato, assim como foi no ano anterior.

Rodrigo Nascimento
Colaborador do Torcedores

Crédito: Fórmula E/Divulgação

E outra vez o francês Jean-Eric Vergne chega ao Brooklin liderando o campeonato, e desta vez, com uma vantagem ainda maior em relação ao vice-líder, em comparação a temporada passada: desta vez, são 32 pontos a frente do vice-líder, Lucas di Grassi.

Ou seja: independente do resultado da primeira corrida, que será disputada no sábado, Jean-Eric Vergne ainda será o líder da categoria no domingo, o que torna seu favoritismo ainda maior para a conquista do inédito bicampeonato.

Mas, Vergne mantém o discurso cauteloso: o piloto francês compreende a vantagem que possui, mas alerta que o fato de ser a rodada final não muda muita coisa, já que a pontuação é a mesma em relação as provas anteriores, e ainda tem o fato de tentar conquistar o inédito título do campeonato de equipes pela DS Techeetah.

“Tem sido um grande ano para toda a equipe, agora com o apoio de um fabricante (a DS), conseguimos dar mais um passo à frente. Do meu lado, há obviamente o potencial de outro campeonato e a oportunidade da equipe conquistar o título que deixamos escapar no ano passado”, declarou Jean-Eric Vergne, que fez questão de relembrar que apesar de ter conquistado o título da Fórmula E na rodada dupla de Nova York do ano passado, viu a Techeetah deixar escapar o título no campeonato de equipes.

“Não faremos algo diferente para esta reta final de temporada, vamos seguir nossos preparativos dentro da normalidade e o trataremos como qualquer outra rodada, porque no final das contas, é assim, e os pontos são os mesmos das etapas anteriores”, completou o atual campeão da Fórmula E.