Grêmio: Everton vai analisar propostas, e quer que cifras agradem o clube

Everton ‘Cebolinha’ é o jogador mais cobiçado do futebol brasileiro, e o atacante do Grêmio admitiu que confirmou que vai começar analisar as propostas com o fim da Copa América

Roberto Junior
Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.
Gremio

Autor do gol do Grêmio diante do Bahia, pelo jogo de ida da Copa do Brasil, Everton pouco falou sobre seu tento ou o jogo em si. Os temas mais abordados pelos jornalistas foram uma possível saída do atacante rumo ao futebol do exterior.

Everton ‘Cebolinha’ admitiu consultas de clubes, e que com o fim da Copa América vai se reunir com seus representantes para analisar o que é melhor para seu futuro.

“Chegou consultas a minha pessoa. Mas falei que só queria ser informado após o término da Copa América”, declarou o atacante. “Conversar com minha família, meus empresários, saber das consultas das equipes. Mas creio que para o Grêmio ainda não chegou nada”, acrescentou.

Apesar de saber das sondagens, Everton só quer deixar o Grêmio se os números forem bons também para o Tricolor Gaúcho.

“Tem que ver se atende as exigências do clube também. Não adianta só agradar a minha parte, tenho que retribuir ao clube que sempre acreditou em mim”, concluiu.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Os dirigentes do Grêmio já sabem que será inevitável não vender Everton. Por isso já projetam fazer um dos maiores negócios do futebol brasileiro.

“Meu desejo é que (Everton) fique. Mas eu nunca vivi um momento como esse, porque a torcida do Grêmio já está acostumada com a ideia de vendê-lo. Sabe qual é o grande debate desse negócio? Quanto o Grêmio vai ganhar. Eu vou botar o dedo na moleira do comprador e vou fazer o maior negócio do Grêmio de todos os tempos”, disse o presidente gremista, Romildo Bolzan.

LEIA MAIS
Geromel avalia empate contra o Bahia: “Agora é buscar classificação fora de casa”