Liga das Nações: um resumo das finais do torneio de vôlei feminino

Depois de uma disputa acirrada, onde 15 nações se defrontaram em vários países, apenas seis seleções seguiram adiante. A China foi o palco para a disputa das finais, os grupos foram divididos, no A: China, Turquia e Itália e B: Estados Unidos, Brasil e Polônia.

Adriano Coelho
Colaborador do Torcedores

Crédito: FIVB

A dona da casa foi surpreendida pela Turquia por 3×1; na segunda rodada, a estrela do jogo foi a turca de 19 anos, Ebrar com 17 acertos (entre ataque e bloqueio), com a isso, a seleção da Turquia foi a primeira do grupo, pois, venceu a Itália por 3×0; na luta pela segunda vaga, as italianas provaram que não estavam preparadas, foram derrotadas pela China por 3×1.

No outro grupo, as americanas venceram as polonesas por 3×1 de virada, a seleção da Polônia errou demais, os destaques dos Estados Unidos foram: Andrea Drews e Robinson; as polonesas foram eliminadas no jogo contra o Brasil, o placar acabou 3×2, destaque para as brasileiras: Bia, Natália e Gabi, sendo que a maior pontuadora da partida foi Malwina da seleção europeia; o Brasil entrou com o time reserva e, acabou perdendo por 3×1 das americanas, a seleção brasileira venceu o terceiro set, continuou a jogar bem no set seguinte, mas, não evitou a derrota.

Semifinais: com a defesa impecável, um ataque muito forte, o Brasil venceu a Turquia, por 3×0, Natália foi a principal pontuadora, Lorena entrou no segundo set, tendo destaque, junto com a jogadora Macris; apesar de a jogadora chinesa ter feito 17 acertos, as americanas Drews e Bartsch foram os destaques da partida, e os Estados Unidos venceu por 3×1 a China, se classificando para a final.

Final: na decisão pelo terceiro lugar, a Turquia perdeu para a China por 3×1. O jogo do titulo, acabou sendo surpreendente, o Brasil abriu 2×0, mas, a jogadora Natália se lesionou no segundo set, com isso, as americanas reagiram e viraram a partida, 3×2, mais uma vez, os destaques do jogo foram às americanas: Drews e Robinson, sendo que as brasileiras Gabi e Lorenne foram elogiadas. O técnico brasileiro Zé Roberto chegou a se irritar com a arbitragem, as americanas ficaram com o bi campeonato, lembrando, que essas mesmas quatro seleções, fizeram a semifinal do ano passado.

Os destaques do torneio foram: as americanas: Drews, Washington e Courtney, as brasileiras: Bia e Gabi, a chinesa Liu e a turca Karakurt.