Mano Menezes aponta dificuldades do Cruzeiro em eliminação para o River

O clube celeste foi eliminado da Libertadores nas disputas de pênaltis

Ramon Lopes
Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: Vinnicius Silva/Cruzeiro/divulgação

O Cruzeiro recebeu o River Plate nos últimos 90 minutos das oitavas de final da Copa Libertadores da América e após novo 0 a 0, acabou eliminado depois de perder por 4 a 2 nas disputas de pênaltis. Em coletiva de imprensa, Mano Menezes apontou as dificuldades da Raposa, principalmente no primeiro tempo, que assim como na Argentina, não conseguiu desenvolver um bom futebol.

“Iniciamos mal a partida, erramos a saída de bola, dificuldade de sair.  Talvez pela ansiedade de fazer as coisas corretas e mérito deles (River Plate) de marcar. Depois, tivemos a primeira chance, a mais clara do jogo, na conclusão do Pedro (Rocha), com defesa e bola no poste e houve equilíbrio”, analisou o comandante da Raposa.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“Ser eliminado é sempre ruim. Mas tem derrotas e derrotas. Nós, quando cruzamos com o River, sabíamos exatamente o tipo de disputa e o adversário que teríamos pela frente. O grau de dificuldade. Isso valeu para eles também. Histórico, tradição do confronto. A primeira partida tinha, como um dos objetivos, trazer para nossa casa a decisão. Fomos lá e empatamos, após um segundo tempo melhor. O jogo aqui seria tão difícil quanto foi o na Argentina”, complementou Mano Menezes.

Apesar dos erros, o treinador da Raposa também ressaltou a entrega do time durante a partida no Mineirão, que diferentemente de outras oportunidades nas disputas de pênaltis, acabou com a eliminação da equipe.

“Perdemos hoje de uma maneira que muitas vezes ganhando, nas penalidades máximas. Todos estão tristes, mas lutamos da maneira para tentar passar para as quartas de final. Ninguém pode dizer que o Cruzeiro não lutou até o fim para fazer o gol. Mas há limitações, sim”, finalizou Mano Menezes.

LEIA MAIS:

RAPOSA ANUNCIA A CONTRATAÇÃO DE JOVEM PARAGUAIO PARA O TIME SUB-20