Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Moisés explica ida para China, elege melhor lembrança com a camisa do Palmeiras e critica “bandidos disfarçados” de torcedores

Ex-camisa 10 do Palmeiras já foi anunciado como reforço do clube chinês e deve se despedir do Verdão nesta semana

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

O meia Moisés foi anunciado como reforço do Shandong Luneng, da China, para a sequência da temporada e assim o jogador deixa o Palmeiras após três anos e meio e dois títulos de Campeonato Brasileiro. A negociação, que movimentou 5 milhões de euros (cerca de R$ 21 milhões), aconteceu de forma rápida e foi concretizada poucos dias após o ex-camisa 10 do Verdão desperdiçar uma cobrança de pênalti decisiva contra o Internacional nas quartas de final da Copa do Brasil.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em seu perfil no Instagram, Moisés respondeu algumas perguntas de torcedores e deixou claro que só começou a negociar com o time chinês após a eliminação da Copa do Brasil. “Existia (conversas) entre os clubes. Eu soube na quinta-feira, quando resolvi voltar para São Paulo e resolver o que seria melhor”, explicou o jogador.

Moisés também explicou a escolha pelo futebol chinês. “Ir atrás de novos desafios, entender que era o momento de sair, planos traçados e tranquilidade familiar”, escreveu o meia de 31 anos.

Ao ser questionado qual é a sua melhor lembrança com a camisa do Palmeiras, Moisés citou o título do Campeonato Brasileiro de 2016. “Esse dia foi indescritível. Ser campeão brasileiro por um GIGANTE que não conquistava esse título a 22 anos”, postou o meia, que também disse não se considerar ídolo. “Acredito ter sido importante em um momento da história desse grande clube”.

MÁGOA DA TORCIDA?

Dos verdadeiros torcedores não tenho nenhuma mágoa, faz parte o torcedor, em alguns momentos, passar do ponto pelo calor da emoção, mas eu entendo perfeitamente. Sempre fui muito bem tratado e minha família também. Aquela minoria de falsos torcedores não me magoa, porque nunca esperei nada deles, até porque não são torcedores, são bandidos disfarçados.

QUEDA DE RENDIMENTO APÓS CIRURGIA NO JOELHO:

As pessoas quererem ligar a minha “queda de rendimento” a cirurgia é a maior ignorância. Estou na minha melhor fase física da carreira. Meu futebol não caiu, eu tenho as mesmas qualidades técnicas, isso eu não desaprendi, mas às vezes o futebol encaixa (melhor) com alguns jogadores e treinadores, e isso facilita para que você apareça um pouco mais ou um pouco menos.

CONFIRA TODAS AS RESPOSTA DE MOISÉS NO INSTAGRAM:

LEIA MAIS:
Torcedores do Palmeiras veem birra de Felipão em insistência com Deyverson e detonam o técnico após derrota para o Ceará