Neymar pode ser punido em R$ 1,6 milhão por “sumiço” na reapresentação do PSG, diz jornal

Brasileiro tem contrato com clube parisiense até junho de 2022, mas deve “forçar” sua saída ainda nesta janela de transferências

Cido Vieira
Jornalista em formação, e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com, trabalho como setorista do Botafogo e futebol nordestino
Neymar

Crédito: Lucas Figueiredo - Divulgação - CBF

A ausência de Neymar na reapresentação do PSG custará caro ao jogador. De acordo com o jornal Marca, da Espanha, o clube francês possui um mecanismo conhecido como “bônus ético”, onde faltas são transformadas em punições. Com salário anual de 128 milhões, o atacante brasileiro perderá cerca de 375 mil euros (R$ 1,6 milhão) por não seguir a norma. As informações foram obtidas pelo periódico em parceira com o Football Leaks.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Apesar do sumiço, o staff do jogador alega que já teria avisado ao PSG que ele não se reapresentaria no dia 8 de julho, em função de algumas pendências para serem resolvidas. Muitos encaram essa decisão de não se juntar aos companheiros como um princípio de “rebelião” do jogador para não continuar no clube parisiense.

O bônus ético está presente em todos os contratos de todas as modalidades esportivas do clube. Também seguindo esse modelo, a Federação Francesa ainda é quem decide qual porcentagem é reduzida dependendo da gravidade do caso.

“Comportamento exemplar em relação a patrocinadores ou rivais, árbitros e delegados, pontualidade e assiduidade a todos os treinamentos, a proibição de apostar em competições nas quais o clube participa ou mesmo o respeito pela mídia são algumas das medidas estabelecidas no bônus ético”, aponta o clube.

O PSG entende que esse bônus “não tem como finalidade o cumprimento desses objetivos, mas o objetivo é pedagógico em torno dos valores que este clube deve incorporar”, segundo o jornal espanhol.

LEIA MAIS:

Galvão Bueno tentou evitar demissão de Mauro Naves na Globo duas vezes, diz jornal

Real na briga, Barcelona estático; confira como foi a quarta-feira (10) de Neymar no Mercado da bola

Edmilson diz o que Neymar precisa fazer para apagar “erros” e fala sobre possível destino do atacante