Palmeiras supera desconfiança, goleia Godoy Cruz por 4×0 e está nas quartas de final da Libertadores

O Palmeiras aplicou 4×0 no Godoy Cruz em pleno Allianz Parque, e se classificou para as quartas de final da competição sul-americana.

Diego Lucio Castro de Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Twitter Oficial - Palmeiras

Após muita desconfiança por parte de imprensa e torcida nos últimos dias, o Palmeiras mostrou brio e qualidade para superar o Godoy Cruz. Vitória por 4×0. O placar foi construído com gols de Raphael Veiga, Borja, Scarpa e Dudu.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O JOGO

O Palmeiras inicia com uma marcação na saída de bola argentina. Raphael Veiga começou na ponta esquerda e Willian na direita. Ambos marcando em cima, os laterais do Godoy Cruz. Dudu estava centralizado na meia e Borja no comando de ataque.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

No entanto, a primeira chance alviverde veio apenas aos 12 minutos. Willian veio da ponta e cruzou para Marcos Rocha que veio como elemento surpresa e cabeceou pra fora.

O time do Palmeiras se mostrava intenso na marcação, mas pouco criativo na armação. Borja recebia muitas vezes de costas, e até fazia bem o pivô, porém sempre bem marcado. As tentativas mais perigosas eram sempre pelo alto, mas a zaga argentina se saía melhor.

A ansiedade parecia atrapalhar o Verdão. Muita vontade, que se transformava em passes errados ou finalizações equivocadas.

O primeiro tempo então ficou nisso: Palmeiras 0x0 Godoy Cruz.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

SEGUNDO TEMPO

A postura do Palmeiras voltou completamente diferente. Logo aos três minutos, Willian fez boa jogada pela direita e cruzou para Gustavo Gomez. O zagueiro paraguaio cabeceou firme e exigiu grande defesa do goleiro Mehring. Foi a primeira do jogo.

Aos seis, reclamação de pênalti para o Palmeiras. E se há reclamação, há VAR. A alegação dessa vez, foi de um toque na mão do zagueiro Godoy Cruz. Aos oito, o juiz assinalou pênalti para o Verdão. Depois de muita reclamação dos ‘hermanos’, Raphael Veiga bateu aos 11, e converteu a cobrança. 1×0 para o Palmeiras.

Depois do primeiro gol, o Palmeiras ficou mais tranquilo no jogo. Conseguiu tocar a bola e controlar a partida com mais facilidade.

O PRÊMIO PARA BORJA

Borja era o destaque do Palmeiras àquela altura. Com muita disposição, o contestado atacante vinha fazendo boa partida e vinha merecendo um gol. Que quase saiu aos 24, em cabeçada após cruzamento de Dudu. Depois disso, blitz do Verdão. Scarpa que havia entrado no segundo tempo, e Felipe Melo quase marcaram o segundo, aos 27 minutos.

Mas quem merecia o gol, teve a recompensa. Aos 28, Borja aproveitou trapalhada do goleiro Mehring, e pegou sobra de lançamento do goleiro Weverton. Aí não teve perdão! 2×0 para o Palmeiras. Aos 31, saiu aplaudido pela galera, para a entrada de Deyverson.

Outro que entrou com ‘cheiro de gol’ foi Gustavo Scarpa. Aos 35, soltou uma bomba na trave de Mehring. Nessa altura do jogo, o Palmeiras usava a arma que tem de melhor: o contra-ataque. Já o Godoy Cruz, não oferecia perigo algum.

Aos 38, veio mais um gol de quem o merecia. Dudu puxou mais um contra-ataque e cruzou da esquerda, para Scarpa que chegou batendo. 3×0 para o Verdão.

A partir daí, um show de contra-ataques desperdiçados. Se o Palmeiras apertasse, poderia aplicar um placar bem mais elástico. Mas ainda deu tempo de mais um. Aos 48, mais um contra-ataque, puxado agora por Diogo Barbosa. Dudu aproveitou passe do lateral, dominou e bateu para finalizar a goleada. Palmeiras 4×0 Godoy Cruz.

 

LEIA MAIS
Palmeiras vence, mas parte da torcida cobra criação ofensiva e pede Valdivia de volta; veja