Torcedor do Fluminense, Paulo Henrique Amorim tratou do esporte para cutucar inimigos políticos e Rede Globo

Morto hoje, Paulo Henrique Amorim tratou do esporte em diversas vezes na sua carreira

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores

Nesta quarta-feira (10) morreu o jornalista Paulo Henrique Amorim. Vítima de um infarto, ele completou 77 anos no último dia 22 de fevereiro. Sua carreira é marcada pela defesa de temas ligadas à sociedade e, também, por críticas à Rede Globo de Televisão. O profissional, porém, também fez reportagens ligadas ao esporte.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Torcedor do Fluminense, Paulo Henrique Amorim era reservado em relação ao seu time do coração. Suas reportagens, porém, por vezes abordavam a temática esportiva. Ou pegava tal área para falar de outros temas que julgava pertinente.

A maioria de suas publicações relativas ao esporte estavam em seu blog, o Conversa Afiada. Aqui, por exemplo, ele falava sobre as questões relativas à transmissão da Copa Libertadores da América. No texto, muitas críticas à Rede Globo.

Crítico do atual mandatário do Brasil, Jair Bolsonaro, ele, também, criticou um dos principais apoiadores do presidente. A Havan, comandada por Luciano Hang. Aqui, porém, é o futebol americano a estrela esportiva.

Em um vídeo em seu canal no Youtube, o jornalista também teceu críticas a diversos partidos políticos. Tudo por conta da confusão na final da Copa Sul-Americana de 2017, Flamengo x Independiente, no Maracanã:

Por conta de seu posicionamento, Paulo Henrique Amorim, por vezes, também foi criticado. Em 2018, criticou Walter Casagrande por falar da recuperação de sua dependência química. E, por conta, disso, recebeu uma série de críticas.

Histórico e ano

Em 2019, outro jornalista que tinha ligação com os esportes também morreu. Trata-se de Ricardo Boechat, jornalista torcedor do Flamengo.

Seu primeiro grande prêmio foi ganho em 1972, o Prêmio Esso (maior premiação do jornalismo nacional) por uma reportagem da Revista Veja. Passou, também, pelos jornais A Noite e do Brasil, pelas revistas Manchete, Fatos e Fotos, Realidade, Exame e pelas TVs Globo, Record, Band e Cultura.

LEIA MAIS
Twitter ironiza erro em conta de comentarista da Globo: “Roger Flores gênio da matemática”
Twitter reclama de Luis Roberto na transmissão do GP do Azerbaijão: “Entusiasmo fabricado”
Em 2018, Rafael Henzel se emocionou ao narrar gol que salvou a Chapecoense do rebaixamento