Novo reforço do Bayern projeta parceria com Lewandowski: “Terei um dos melhores atacantes atuando ao meu lado”

Recém-contratado junto ao Hamburgo, Arp, de apenas 19 anos, não poupou elogios a Lewandowski, seu novo companheiro de posição no Bayern de Munique

Luis Felipe Pereira
Colaborador do Torcedores
Reforço Bayern Lewandowski

Crédito: Divulgação/ Bayern twitter oficial

O Bayern de Munique segue se reforçando para a próxima temporada e apresentou, nos últimos dias, o atacante Fiete Arp, de 19 anos, vindo do Hamburgo. Em entrevista concedida ao jornal Bild, o jovem alemão não poupou elogios ao novo companheiro de equipe e ídolo, Robert Lewandowski.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“Com Lewandowski, eu tenho um dos melhores atacantes do mundo jogando ao meu lado. Ele é um jogador muito completo. Eu poderei vê-lo em campo por muito tempo e tentarei pegar algumas dicas com ele. Quero aprender muito com ele”, disse o novo contratado dos bávaros.

Apesar de ter sido apresentado apenas na última semana, o acordo entre Bayern de Hambrugo por Arp já havia sido fechado em fevereiro. Motivado e buscando aprimorar a forma física, a jovem promessa treinou com os reservas durante sua primeira semana no novo clube, antes de se juntar ao time principal para a pré-temporada. “Comecei mais cedo e pude conhecer meus primeiros companheiros. Eu vejo meu futuro neste clube, então tenho que conhecer todo mundo antes. Eu tenho que me desenvolver aqui para chegar próximo do nível destes jogadores”. 

O alemão também falou sobre as diferenças entre seu antigo clube e o gigante da Baviera: “Obviamente que algumas coisas estão em um nível diferente do Hamburgo. As ambições são diferentes. Estas cores, dentro de poucos dias você começa a se identificar com elas. É difícil colocar em palavras o quão grande o Bayern é”.

LEIA MAIS:

Lateral do Borussia Dortmund repensa aposentadoria: “Não tenho certeza se encerrarei minha carreira nesta temporada”

Juninho Pernambucano comenta possível saída de Fekir: “Acho muito difícil convencê-lo a ficar no Lyon”