Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Renata Fan critica atitude de torcedora agredida no Gre-Nal: “Deveria zelar mais pelo bem-estar do filho”

Torcedora foi expulsa do setor da torcida do Internacional após levantar uma camisa do Grêmio

Rogério Araujo
Jornalista formado pelo Centro Universitário de Brasília - UNICEUB. Colaborador do Torcedores desde 2017. Dono do canal Séries e Filmes no Instagram.

Crédito: Reprodução/Band

Na manhã desta segunda-feira (22), durante o programa “Jogo Aberto”, da Band, a apresentadora Renata Fan criticou a atitude da torcedora gremista que foi agredida após erguer uma camisa do Grêmio no Gre-Nal do último sábado (21) no setor da torcida do Inter.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

A apresentadora reprovou a postura da torcedora, que estava acompanhada do filho. Renata Fan ainda disse que certas coisas não são aceitas no futebol.

“A gente sabe que o bê-á-bá do futebol não permite isso. Por exemplo, você não pode ir no meio da torcida do Palmeiras e levantar uma camisa do Corinthians. A gente não pode ver um torcedor do Cruzeiro levantar a camisa no meio da torcida do Galo. Isso é o bê-á-bá do futebol. O problema todo é que essa moça estava com uma criança, que foi, de certa maneira, coagida, intimidada, pode ficar traumatizada. Uma criança que está aprendendo a ser um torcedor. Acho que teve truculência dos torcedores do Inter, mas entendo que a mãe deveria zelar um pouquinho mais pelo bem-estar do filho dela”, disse a apresentadora.

“Tem muita gente errada. Torcedor não tem que puxar camisa, eu condeno essa atitude, e condeno uma mãe que leva um filho e faz isso, expondo a criança que ela levou ao estádio no setor errado, num lugar que ela não poderia estar como torcedora do Grêmio. Tem limites e regras”, completou Renata.

Colega de programa, Denílson destacou que a agressão não poderia ter ocorrido.

“Independentemente de ter criança, isso não pode acontecer. Tem a questão do bê-á-bá, mas, quando parte para a agressão, perde totalmente a razão. Isso poderia ter sido evitado”, disse o ex-jogador.

Renata então concluiu: “Tem que ter bom senso. Qualquer torcedor que vai ao estádio sabe que algumas regras são seguidas. A gente não chegou neste nível de civilidade ainda”.

LEIA MAIS: