Sondado por clubes europeus, Everton destaca atuação na Copa América: “Valorizei ainda mais o meu trabalho”

Everton foi o artilheiro da competição continental com 3 gols marcados com a camisa da seleção brasileira e agora é especulado para deixar o Grêmio

Rogério Araujo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução

Depois de admitir consultas para uma possível transferência do Grêmio para o futebol internacional, Everton classificou sua participação na Copa América como muito positiva.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“Graças a Deus eu pude fazer um grande trabalho e valorizei ainda mais o meu trabalho”. disse o atacante na zona mista depois do jogo contra o Bahia.

O jogador ainda falou que não tem preferência de liga na Europa.

“Não, tenho que estar preparado para qualquer liga. São grandes ligas. Mas tem que ver se (as propostas) atendem às exigências do Grêmio. Tenho que retribuir ao clube que sempre apostou em mim”, completou.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

As declarações do artilheiro da Copa América com três gols foram após o empate em 1 a 1 com o Bahia, nesta quarta, na Arena do Grêmio, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil. Aliás, foi de Everton o gol do Tricolor.

A multa rescisória do atacante é de 80 milhões de euros (R$ 341 milhões). No entanto, o clube já admitiu negociá-lo pela metade do valor.

Romildo Bolzan, presidente do Grêmio, admitiu negócio grande sobre a venda do jogador.

“Meu desejo é que (Everton) fique. Mas eu nunca vivi um momento como esse. Porque a torcida do Grêmio já está acostumada com a ideia de vendê-lo. Sabe qual é o grande debate desse negócio? Quanto o Grêmio vai ganhar… Eu vou botar o dedo na moleira do comprador e vou fazer o maior negócio do Grêmio de todos os tempos”, disse Bolzan.

LEIA MAIS: