Taekwondo: Milena Titoneli leva o ouro, Ícaro Martins é prata e Brasil fecha campanha histórica na modalidade no Pan 2019 com sete medalhas

Milena se torna a primeira mulher a levar ouro em Pan-Americanos e Brasil faz a melhor campanha da história no esporte em pans

Junior Azevedo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina, fanático por futebol e torcedor do Londrina Esporte Clube.

Crédito: Milena conquistou o ouro no taekwondo no Pan 2019. Foto: Reprodução/COB

Com o ouro de Milena Titoneli e a prata de Ícaro Martins, o Brasil fechou a sua melhor campanha na história do taekwondo em jogos Pan-Americanos, no Pan 2019, em Lima-PER. De quebra, o país teve a primeira mulher a conquistar a medalha de ouro na modalidade. Com apenas 20 anos de idade, Milena é uma das maiores esperanças do esporte para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020.

A lutadora brasileira subiu no lugar mais alto do pódio na categoria até 67 kg, após derrotar na final a norte-americana Paige McPherson por 9 a 8, numa luta muito apertada. A cubana Arlettys Acosta completou o pódio ficando com a medalha de bronze. Emocionada com a inédita medalha de ouro, Milene Titoneli declarou, muito emocionada, que buscará medalhas nas Olimpíadas de Tóquio, em 2020.

“Eu nem consigo parar de chorar. Eu já pensava muito nisso, mas quando acontece, é inexplicável. Foi uma luta muito difícil (a final) porque era contra uma das favoritas. Mas foi muito gratificante. É indescritível para mim. Eu sempre sonhei com isso e consegui realizar. Quero chegar nas Olimpíadas e repetir esse feito. Eu vou para as Olimpíadas e serei ouro”, declarou Milena.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O brasileiro Ícaro Martins chegou à Lima como um dos favoritos na categoria até 80 kg. O lutador foi confirmando o favoritismo e chegou à disputa pelo ouro confiante. Na grande final o adversário foi o colombiano Miguel Angel, e o brasileiro acabou derrotado por 19 a 17. Completando o pódio, a medalha de bronze ficou com o outro brasileiro, Maicon Andrade. Feliz com o desempenho após a prata, o brasileiro lamentou um pouco a derrota mas valorizou a sua conquista.

“Queria um pouquinho mais. Estou feliz com o desempenho que eu venho tendo nos últimos eventos. Mas quando a gente chega numa final, sempre quer trazer o ouro para casa. Infelizmente, não deu. Mas estamos levando mais uma medalha para o Brasil, e uma prata em Jogos Pan-Americanos não é de se jogar fora. Podia ter ganhado o ouro, mas saio feliz. Vai ter pirata no pódio, é minha marca”, destacou Ícaro.

Ícaro Martins conquistou a medalha de prata. Foto: Reprodução/COB

Com as três medalhas conquistadas com por Milene Titoneli (ouro), Ícaro Martins (prata) e Maicon Andrade (bronze) o Brasil fechou a participação no taekwondo com 7 medalhas, record em Jogos Pan-Americanos. Ao todo, foram 2 ouros, 2 pratas e 3 bronzes. Confira abaixo todas as sete conquistas do país no Pan 2019, em Lima-PER.

TAEKWONDO PAN 2019: RESULTADOS

(-49 Kg) Feminino
Talisca Reis (Prata)

(-58 Kg) Masculino
Paulo Ricardo Melo (Bronze)

(-67 Kg) Feminino
Milene Titoneli (Ouro)
Rhaiany Fidelis (Bronze)

(-68 Kg) Masculino
Netinho Marques (Ouro)

(-80 Kg) Masculino
Ícaro Martins (Prata)
Maicon Andrade (Bronze)

LEIA MAIS

Pan 2019: Confira os resultados do Brasil nesta segunda-feira (29)