Sarina Wiegman receberá estátua no jardim da federação holandesa por vice-campeonato mundial

Sarina Wiegman, treinadora que levou a Holanda ao vice-campeonato mundial de futebol feminino, será a primeira mulher a ter uma estátua no jardim da Federação de Futebol Holandesa (KNVB).

Paulo César Desidério Costa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/KNVB

A Real Associação de Futebol dos Países Baixos (KNVB) anunciou que fará homenagem à técnica da seleção holandesa de futebol feminino, Sarina Wiegman. A treinadora, vice-campeã do mundo com a Holanda na Copa do Mundo de Futebol Feminino disputada na França em 2019 ganhará uma estátua, que ficará no jardim da entidade máxima do futebol holandês.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Trajetória

Wiegman é ex-jogadora da seleção holandesa. Em 2014, tornou-se assistente técnica da seleção feminina principal e coordenadora da seleção feminina sub-19 do país. Em 2015, tornou-se a terceira mulher holandesa a participar de um curso da KNVB e obteve licença para trabalhar como treinadora. Chegou a treinar a seleção principal naquele ano como interina, de agosto a outubro, quando voltou a ser assistente do então técnico Arjan van der Laan.

Em 2016, Wiegman concluiu o curso de formação da Federação Holandesa de Futebol e seu estágio no Sparta Rotterdam, recebendo assim a licença de treinadora da UEFA PRO. Em dezembro daquele ano, assumiu o cargo de treinadora interina novamente, após a demissão de Van der Laan.

Eis que em janeiro de 2017, foi enfim oficializada como a titular no cargo mais importante do futebol feminino holandês. Logo no primeiro ano como técnica da seleção, sagrou-se campeã da Eurocopa Feminina e recebeu o prêmio de melhor treinadora de futebol feminino do mundo da FIFA.

Wiegman, Holanda e uma grande Copa do Mundo

Aos 49 anos, Sarina Wiegman trouxe para a Holanda um vice-campeonato mundial na segunda copa que o país disputou no futebol feminino. Nas sete partidas que disputou, foram 11 gols marcados, 5 sofridos. De quebra, a seleção da Holanda emplacou sua goleira, Van Veenendaal como a melhor da competição. A derrota para as favoritas norte-americanas não apagou a brilhante campeã da laranja, que chegaram invictas à decisão do torneio.

A homenagem

Com a estátua, Wiegman terá a representação de sua imagem ao lado de nomes lendários do futebol holandês como Johan Cruyff Willem van Hanegen, Joham Neeskens e Rinus Michels. A técnica será a primeira mulher a receber uma estátua no jardim de esculturas da federação holandesa.

Em 2017, a técnica Sarina Wiegman foi condecorada com a medalha da Ordem de Orange-Nassau no grau de cavaleira, um dos maiores objetos de caráter honorífico da Holanda, após o título europeu.

LEIA MAIS

Com Cristiane na lista, FIFA divulga candidatas a gol da Copa do Mundo