Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Uefa desmente rumores de que Argentina irá se filiar e disputar torneios na Europa

Liderada por Messi, seleção hermana questionou muito a atuação dos árbitros durante a Copa América; o duelo pelo 3º lugar contra o Chile foi o estopim das críticas

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter, @cidovieira90.

Crédito: Crédito: PORTO ALEGRE, BRAZIL - JUNE 23: Lionel Messi of Argentina controls the ball during the Copa America Brazil 2019 group B match between Qatar and Argentina at Arena do Gremio on June 23, 2019 in Porto Alegre, Brazil. (Photo by Pedro Vilela/Getty Images)

A inconformidade da Argentina com a Conmebol pelas polêmicas de arbitragem na Copa América culminaram em inúmeros rumores de que a Albiceleste poderia se filiar à Uefa para disputar competições no Velho Continente. Poucas horas dos boatos ecoarem, a própria entidade europeia fez questão de desmentir o fato em comunicado oficial.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

– Não há nada certo na afirmação de que a Argentina pediu para participar das competições da Uefa ou que tenha solicitado a filiação à entidade. A Uefa nunca entrou em qualquer debate sobre isso e nunca o fará – afirma o comunicado oficial.

Argentina

A  Uefa ainda aproveitou para deixar as portas abertas para a audiência argentina.

– No espírito da amizade e camaradagem, como uma organização inclusiva, a Uefa receberá a Argentina como convidado especial para assistir a qualquer competição nossa a qualquer momento – encerra o comunicado.

LEIA MAIS:

Inconformada, Argentina pedirá “cabeça” de brasileiro que comanda arbitragem da Conmebol, diz jornal

Após polêmica, Tite pede respeito a Messi: “Tem que entender e aceitar quando é vencido”

Romário parabeniza Brasil por título da Copa América: “No topo, onde deve estar sempre”

Copa América de 2019 termina com a quarta pior média de gols da história; veja os números