Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Boliviano entra na justiça contra CBF e pode suspender VAR no Brasil

Engenheiro registrou uma ‘invenção’ semelhante em 2005 e pede que a Confederação Brasileira de Futebol prove a criação do recurso

Matheus Leal
Setorista e editor-assistente do Torcedores.com

Crédito: Reprodução Esporte Espetacular

Utilizado no Brasil há mais de dois anos, o VAR pode estar com os dias contados em território nacional. Um engenheiro boliviano, Fernando Mendez Rivero, entrou com uma ação na Justiça contra a Confederação Brasileira de Futebol afirmando ser o inventor do árbitro de vídeo.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Um sistema parecido com o VAR foi criado por Rivero em 2005. O advogado do boliviano pede que a CBF apresente provas de que inventou o recurso para o Brasil. Já a Confederação Brasileira de Futebol afirma que é pioneira no uso da tecnologia no futebol, ideia desenvolvida pelo brasileiro Manoel Serapião Filho, há mais de 20 anos.

“A CBF diz que o assunto é confidencial e por isso não mostra registro do VAR, que ela diz que criou em 2016, 2017. O Fernando criou a obra e registrou na Bolívia em 2005. Brasil e Bolívia são signatários do Tratado de Berna, que fala em reconhecimento de direitos autorais em mais de 160 países. Procuramos na Biblioteca Nacional, no INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Especiais) e não encontramos nada de registro. Queremos ver o que a CBF vai apresentar para confrontar os dois projetos. A partir daí podemos entrar com pedido de danos morais, de indenização, e até suspensão do VAR no Brasil”, diz o representante do boliviano.

LEIA MAIS

Raio-X: veja histórico dos duelos entre os 12 grandes brasileiros em mata-matas

As melhores notícias de esportes, direto para você