Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ana Thaís Matos questiona presença de Aline Milene na seleção feminina e ganha resposta da Ferroviária

Pia Sundhage fez a sua primeira convocação a frente da seleção feminina na última semana, e estreia em amistoso contra a Argentina na próxima quinta-feira (29). E a falta de atletas do Santos na lista seguiu gerando polêmica

Andressa Fischer
Gaúcha, 22 anos | Escrevo sobre vôlei, futebol feminino e dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução/Twitter

Comentarista do SporTV, Ana Thaís Matos entrou na polêmica a respeito da ausência de jogadoras do Santos na convocação da seleção feminina, em compensação à outros times considerados de menos camisa que o Alvi-Negro Praiano, afinal o time comandado por Emily Lima é tido como um dos melhores do país.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique aqui e se inscreva!

Convocada por Pia Sudhage, Thaisa foi cortada em virtude de uma lesão na panturrilha grau II, e a treinador sueca chamou Aline Milene, da Ferroviária, para o lugar da meio-campista do Real Madrid.

O suficiente para Ana Thaís questionar a credibilidade da convocação da CBF. A jornalista foi irônica ao afirmar que outros clubes brasileiros deveriam adotar a Ferroviária como segundo nome para também ter atletas lembradas pela seleção.

Confira na íntegra a resposta da Ferroviária à Ana Thaís Matos:

“Olá, Ana Thais. Tudo bem? Segue algumas informações que talvez possam ajudar a entender a última convocação e a Ferroviária: Sobre a nós: – O clube investe no FF desde 2001, muito antes das exigências da FIFA e CBF.
A Ferroviária é um dos poucos clubes que ganhou tudo no FF: Paulista, Copa do Brasil, Brasileiro e Libertadores; – A Ferroviária é 4ª no ranking da CBF no futebol feminino, mesmo sendo um clube do interior e que não está entre as principais receitas do país no futebol masculino.
Apesar de 1/3 das atletas convocadas para a última Copa do Mundo terem passagens pela Ferroviária, nenhuma delas tinha vínculo com o clube na convocação.
Sobre a Aline Milene: – Ela já possui 8 convocações, incluindo a Copa América de 2018, esta é a primeira atuando pela Ferroviária.
Sobre as atletas que jogam no Brasil: – Das 23 convocadas, com a Aline teremos 8 atletas que atuam no Brasil, poderia ser mais, mas não é um número ruim se considerarmos o investimento de alguns clubes europeus no FF”, respondeu a equipe do interior paulista ao tweet de Ana Thaís.

Com a resposta do Ferrinha, a comentarista do Canal do Campeão reformulou o que tinha dito anteriormente, afirmando que não fez críticas ao clube e sim ao modo como é feita a convocação da CBF.

“Repito o que eu disse. A critica não é feita para a Ferroviária, mas ao modus das convocações que não mudou com a chegada da nova técnica. O FF brasileiro segue ignorado e boicotado, mas aproveitem pra fazer propaganda mesmo, mais pessoas têm q conhecer o FF no Brasil”, respondeu.

Confira a sequência de tweets de Ana Thaís Mattos e da Ferroviária:

LEIA MAIS

Torneio Uber: Pia Sundhage convoca Aline Milene para lugar de Thaisa, desconvocada por lesão

As melhores notícias de esportes, direto para você