Após derrota, Mano Menezes anuncia saída do Cruzeiro

A derrota por 1 a 0 para o Internacional, na noite desta quarta-feira, no Mineirão, pelo jogo de ida da semi da Copa do Brasil, significou a saída do técnico Mano Menezes do Cruzeiro

Rafael Alaby Martins Ferreira
Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Crédito: Twitter/Reprodução

Em entrevista coletiva no início da madrugada desta quinta-feira, o treinador anunciou a sua decisão em interromper o trabalho.

“A decisão partiu de uma consciência de uma coisa que as coisas podem piorar, e elas não podem piorar. Hoje, o torcedor teve uma reação que, para mim, é fundamental como técnico. O torcedor da gente não pode achar que a gente é burro, porque o burro vem, hoje, aos 47 do segundo, amanhã ele vem aos 30, e isso vai, numa continuidade, afetar a equipe. E eu tenho muito respeito pelo Cruzeiro, não vou permitir que isso atrapalhe ainda mais esse momento difícil que o time e o clube vêm passando“, disse Mano.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Na sua última partida à frente da Raposa, Mano ouviu gritos de burro da torcida e outros xingamentos.

Mano deixou a segunda passagem com quatro conquistas: as Copas do Brasil de 2017 e 2018 e os Campeonatos Mineiros de 2018 e 2019.

O segundo trabalho teve início em julho de 2016. Em pouco mais de três anos, foram 111 vitórias, 65 empates e 51 derrotas, com 56,7% de aproveitamento.

O substituto será definido pela diretoria da Raposa nos próximos dias. O alvo ainda não foi divulgado.

O gaúcho de Passo de Sobrado era até então o técnico mais longevo da elite do futebol brasileiro.

VEJA TAMBÉM:

Após a saída de Mano, quem deve ser o novo técnico do Cruzeiro? Vote!

Cruzeiro x Internacional: assista aos melhores momentos da Copa do Brasil