Diretor do Borussia Dortmund revela que rejeitou oferta de grande clube por Sancho: “Disse para nunca mais ligar”

Em alta no Borussia Dortmund, o jovem inglês Jadon Sancho é frenquentemente especulado em outras grandes equipes do futebol europeu

Luis Felipe Pereira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/ Borussia Dortmund twitter oficial

O Borussia Dortmund iniciou a temporada 2019/20 com o título da Supercopa da Alemanha diante do rival Bayern de Munique e a classificação para a segunda fase da Copa da Alemanha. Um dos destaques do último ano no clube auri-negro, Jadon Sancho manteve o alto nível de atuações e segue encantando não só a torcida do clube alemão, como representantes de outras equipes do futebol europeu. O nome do jovem inglês é frequentemente associado a rumores de transferências em várias janelas.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

De acordo com o diretor do Borussia Dortmund, Han-Joachim Watzke, as notícias não ficaram apenas nos rumores. Em entrevista concedida ao jornal alemão Ruhr Nachrichten, o dirigente revelou que um “super clube” (nas palavras dele), entrou em contato para tentar a contratação de Sancho, possibilidade que foi logo descartada pela equipe alemã:

“O diretor de um dos ‘super clubes’ me perguntou se existiria a chance de contratar Sancho, mas eu disse que ele deveria esquecer essa possibilidade e nunca mais me contactar de novo”, afirmou Watzke. Ele não revelou o nome do time envolvido na tentativa de contratação do camisa 7, que já foi especulado no Bayern de Munique, Manchester United, Real Madrid e PSG.

Sancho chegou ao Borussia (vindo do Manchester City) em 2017, porém foi na temporada passada que brilhou como um dos principais atletas do time de Lucien Favre. Com 13 gols e 19 assistências em 43 jogos, o jogador de apenas 19 anos foi fundamental na campanha que deixou o Dortmund perto do título da Bundesliga, que escapou nas últimas rodadas.

O diretor da equipe auri-negra ainda reforçou o fato do ponta ter se adaptado bem à Alemanha e ao clube, explicando a importância deste fator para manter um jogador no elenco: “Existem muitos jogadores de 19 anos com muito potencial. Ele não é um jogador da região ou que tenha conexão (com a Alemanha). Quando você tem um jogador como Jadon Sancho, você deve reavaliar a situação todo ano. Se um jogador estrangeiro não está convencido de que o clube é o lugar certo para ele, não faz sentido”, finalizou.

LEIA MAIS:

Em alta, Sancho projeta boa temporada para o Borussia Dortmund: “Este pode ser o nosso ano”